TJ nega novo pedido de liminar e mantém contrato com Sancetur em Limeira

O Tribunal de Justiça (TJ) negou nova tentativa do cidadão Davi Poleti de anular contrato emergencial celebrado entre a Prefeitura de Limeira (SP) e a empresa Sancetur. A exemplo de decisão de primeira instância, o TJ negou pedido liminar feito por Poleti com esta finalidade.

Na decisão, a desembargadora da 3ª Câmara de Direito Público do TJ, Paola Lorena, sustenta que o transporte público trata-se de um serviço essencial, daí não podendo haver prejuízo da população. Além disso, ela alega que a liminar não poderia ser concedida de forma unilateral e que a outra parte (no caso, a Prefeitura) teria também que se manifestar.

A decisão reforça mais uma vez anúncio de que o transporte coletivo de Limeira irá operar normalmente a partir de sábado (15) com os ônibus da Sancetur.

RETIRADA

O Banco Caruana começou nesta quinta-feira a retirar parte dos 32 ônibus que eram anteriomente utilizados pelo transporte coletivo.

Os ônibus já estavam fora de operação, portanto, o transporte coletivo não sofrerá nenhum impacto nesta sexta-feira (14), último dia que o sistema funcionará com os veículos da Viação Limeirense.

Compartilhe!