Polícia esclarece latrocínio contra motorista de aplicativo em Suzano

Osmar de Souza Prado foi atingido por disparo em Suzano

A Polícia Civil anunciou a prisão três pessoas e o esclarecimento do latrocínio que vitimou um motorista de aplicativo, de 36 anos, no último dia 29, na cidade de Suzano, na Grande São Paulo. Os detalhes foram passados durante coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (3), concedida pelo delegado Rubens José Ângelo, responsável pelo Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes.

Mediante trabalhos de investigação, na quarta-feira (2), a equipe da especializada identificou uma mulher e dois homens como autores do crime. Segundo o delegado, os indiciados não tinham como alvo motoristas de aplicativo, mas sim roubar veículos aleatórios que passavam pela via pública para revendê-los.

“Os indiciados fecharam o veículo da vítima com um outro carro e, armados, realizaram a abordagem. Nesse momento o motorista ficou com medo e acelerou com a intenção de fugir, por isso os criminosos atiraram. ”, afirmou o delegado.

Nenhum objeto da vítima ou das passageiras – que não se feriram durante a ação criminosa – foram subtraídos pelo grupo. Os autores tiveram a prisão decretada e responderão pelo crime de latrocínio. A Polícia também trabalha para identificar outros possíveis envolvidos.

Localização do trio
Os criminosos foram detidos pela Polícia Militar, na terça-feira (1), após serem flagrados na cidade de Arujá, conduzindo um veículo que havia sido roubado após o latrocínio. Na ocasião, eles agiram com o mesmo modus operandi e conseguiram subtrair o carro e pertences das vítimas.

Foi realizado acompanhamento até a cidade de Santa Isabel, onde o grupo foi capturado e encaminhado à delegacia do município. Eles foram indiciados inicialmente pelos crimes de associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo, tendo a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Os agentes do SHPP, que já realizavam o trabalho de investigação a fim de solucionar o crime de latrocínio, foram informados sobre a detenção do trio e se deslocaram até a delegacia para ouvi-los. Foi comprovada a participação do trio em ambas as ocorrências – latrocínio e roubo do veículo.

“O inquérito policial foi instaurado para elucidar o crime de latrocínio. Diante das informações que colhemos no trabalho de investigação, conseguimos descobrir que eles, de fato, eram os participantes. Com isso, solicitei e também foi decretada pela Justiça a prisão temporária deles por isso [latrocínio]”, concluiu o delegado.

Compartilhe!