Marceneiro perde mais de R$ 200 ao informar dados de seu cartão de crédito a golpista no WhatsApp

Um marceneiro, de 48 anos, denunciou que teve seu cartão de crédito utilizado sem sua autorização, após tentar comprar um celular negociando pelo WhatsApp. Ele desconhece diversas compras feitas em um aplicativo de entrega de refeições, que somaram mais de R$ 200 de prejuízo.

O homem afirma que no começo de novembro ele se interessou por um iPhone com um vendedor no Mercado Livre, que dizia ser uma loja de celulares. Toda a negociação foi feita pelo WhatsApp, onde o marceneiro informou os dados do seu cartão de crédito, inclusive a data de validade e o número de segurança.

Depois de algum tempo, ele notou que o celular nunca foi enviado e não conseguiu mais contato com a loja. Já na tarde de quarta-feira (4), o homem recebeu a fatura do cartão de crédito e descobriu as diversas compras feitas em seu nome, que ele não reconhece. Ao todo foram utilizados R$ 222,77 em seu cartão de crédito. O homem informou o caso no Plantão Policial e disse que irá cancelar o cartão na operadora.

Compartilhe!