• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Iniciada a 2ª etapa de prolongamento do Anel Viário de Campinas

Por Redação Rápido no Ar
O Anel Viário Magalhães Teixeira (SP-083) ou Anel Viário de Campinas, como é mais conhecido, vai contribuir para amenizar o fluxo urbano de veículos e melhorar o acesso ao Aeroporto de Viracopos.


As obras da segunda etapa de prolongamento estão previstas para serem concluídas em janeiro de 2019. Elas foram iniciadas nesta quarta-feira (28) pelo governador Geraldo Alckmin. O trajeto de 2,8 quilômetros faz a ligação da Rodovia Bandeirantes (SP-348) com a Rodovia Miguel Melhado (SP-324).

A concessionária Rota das Bandeiras vai investir R$ 70,8 milhões na obra, conforme estabelece o contrato de concessão, que tem a fiscalização da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

Alckmin comentou o alcance da obra. “O prolongamento melhorará muito a mobilidade e a logística de acesso ao Aeroporto de Viracopos. Além disso, haverá a integração das rodovias, beneficiando os moradores da região”, afirmou. O prolongamento compreende duas pistas, com duas faixas de rolamento cada, acostamentos e faixas de segurança ou refúgios.

A primeira etapa de obras do Anel Viário já concluída foi entregue por Alckmin em dezembro de 2015. O trecho de 5,8 quilômetros ligas as rodovias Anhanguera e Bandeirantes, e trouxe reflexos bastante positivos sobre o tráfego urbano, já que o acesso à Bandeirantes deixou de utilizar as vias urbanas.

width="300" height="250" />


Está prevista ainda uma terceira etapa de obras para completar a interligação entre as rodovias sem o uso do perímetro urbano, desta vez com a Rodovia Santos Dumont (SP-075). O trajeto terá seis quilômetros e prazo de conclusão de 24 meses, a partir do término da segunda etapa.

Iniciada a 2ª etapa de prolongamento do Anel Viário de Campinas

Por Redação Rápido no Ar
O Anel Viário Magalhães Teixeira (SP-083) ou Anel Viário de Campinas, como é mais conhecido, vai contribuir para amenizar o fluxo urbano de veículos e melhorar o acesso ao Aeroporto de Viracopos.


As obras da segunda etapa de prolongamento estão previstas para serem concluídas em janeiro de 2019. Elas foram iniciadas nesta quarta-feira (28) pelo governador Geraldo Alckmin. O trajeto de 2,8 quilômetros faz a ligação da Rodovia Bandeirantes (SP-348) com a Rodovia Miguel Melhado (SP-324).

A concessionária Rota das Bandeiras vai investir R$ 70,8 milhões na obra, conforme estabelece o contrato de concessão, que tem a fiscalização da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

Alckmin comentou o alcance da obra. “O prolongamento melhorará muito a mobilidade e a logística de acesso ao Aeroporto de Viracopos. Além disso, haverá a integração das rodovias, beneficiando os moradores da região”, afirmou. O prolongamento compreende duas pistas, com duas faixas de rolamento cada, acostamentos e faixas de segurança ou refúgios.

A primeira etapa de obras do Anel Viário já concluída foi entregue por Alckmin em dezembro de 2015. O trecho de 5,8 quilômetros ligas as rodovias Anhanguera e Bandeirantes, e trouxe reflexos bastante positivos sobre o tráfego urbano, já que o acesso à Bandeirantes deixou de utilizar as vias urbanas.

width="300" height="250" />


Está prevista ainda uma terceira etapa de obras para completar a interligação entre as rodovias sem o uso do perímetro urbano, desta vez com a Rodovia Santos Dumont (SP-075). O trajeto terá seis quilômetros e prazo de conclusão de 24 meses, a partir do término da segunda etapa.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!