• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Filhos e a quarentena: ‘doce tarefa difícil’

Por Sophia Rodovalho
Quantas foram as vezes que nos pegamos pensando que queríamos mais tempo com nossos filhos, que eles crescem rápido e não aproveitávamos e não víamos o tempo passar? Inúmeras vezes, não é verdade?

Pois bem, a quarentena nos colocou próximo bem mais próximos a nossos filhos, possibilitando que tenhamos mais contato com eles, mais tempo com eles, que possamos acompanhar o crescimento deles, que possamos estudar com eles, passar momentos de lazer e de descontração.

Sim, este é um lado positivo da quarentena: tempo com nossos filhos!

Neste momento muitos podem estar pensando que estão sendo tempos difíceis, que eles têm muita energia, que é difícil estudar e acompanhar os estudos deles, que a casa fica muito bagunçada, dentre outros.

Desacelere... Repense um pouco. Será que seu olhar não está sendo muito tenso e catastrófico?

Oscar Wilde nos diz que “A melhor maneira de tornar as crianças boas, é torná-las felizes.” e tem razão ele, não? Nada melhor que a leveza de uma vida feliz para que possamos crescer bem e saudáveis emocionalmente.

Programe sua rotina com seu filho! Hora para acordar, café da manhã em família, repleto de calma e de bons momentos, aproveitando o amanhecer e o carinho e amor presentes neste momento. Programe a manhã com ele. Se aulas forem pela manhã, garanta que o silêncio e o cantinho do estudo estejam preparados e sejam usados, enquanto isso, faça suas tarefas diárias e seu trabalho em home office.

Na hora do almoço, se ajudem: um coloca a mesa, outro auxilia no preparo do mesmo, outro se encarrega do suco e assim por diante. Comam em família e em harmonia. Procurem desfrutar deste momento. Conversem e dialoguem, ouçam às ideias uns dos outros.

Pós almoço, se deem pausa para descanso: cada um usa essa hora livre como quer, seja dormindo, seja jogando, lendo, assistindo televisão, ouvindo música, etc. Se permitam ter momentos de tranquilidade e de menos cobrança.

Durante o período da tarde separem momentos para o estudo e deveres de casa dos filhos e trabalho dos pais. Deem pausa no meio da tarde para que possam conversar, tomar um ‘lanche da tarde’ juntos, fazer um alongamento, dentre outros.

Ao final do dia, apesar de terem produzido, ficado juntos, é possível que estejam ainda descansados, dispostos a passar mais tempo ainda juntos e satisfeitos uns com os outros.
Após o jantar, separem momentos para que façam, cada um a seu modo, atividades relaxantes e que gostam.

Não se esqueçam de se despedirem antes de dormir.

A rotina na quarentena com os filhos pode ser um bom momento para estreitar os laços, para conhecer mais uns aos outros, para passar mais tempo juntos, para ressignificarem a relação familiar.
Encerro com um convite a reflexão, a partir de uma canção de Lenine: “Enquanto todo mundo espera a cura do mal e a loucura finge que isso tudo é normal, eu finjo ter paciência. O mundo vai girando cada vez mais veloz, a gente espera do mundo e o mundo espera de nós um pouco mais de paciência. Será que é tempo que lhe falta pra perceber, será que temos esse tempo pra perder, e quem quer saber, a vida é tão rara (tão rara) ...”

Filhos e a quarentena: ‘doce tarefa difícil’

Por Sophia Rodovalho
Quantas foram as vezes que nos pegamos pensando que queríamos mais tempo com nossos filhos, que eles crescem rápido e não aproveitávamos e não víamos o tempo passar? Inúmeras vezes, não é verdade?

Pois bem, a quarentena nos colocou próximo bem mais próximos a nossos filhos, possibilitando que tenhamos mais contato com eles, mais tempo com eles, que possamos acompanhar o crescimento deles, que possamos estudar com eles, passar momentos de lazer e de descontração.

Sim, este é um lado positivo da quarentena: tempo com nossos filhos!

Neste momento muitos podem estar pensando que estão sendo tempos difíceis, que eles têm muita energia, que é difícil estudar e acompanhar os estudos deles, que a casa fica muito bagunçada, dentre outros.

Desacelere... Repense um pouco. Será que seu olhar não está sendo muito tenso e catastrófico?

Oscar Wilde nos diz que “A melhor maneira de tornar as crianças boas, é torná-las felizes.” e tem razão ele, não? Nada melhor que a leveza de uma vida feliz para que possamos crescer bem e saudáveis emocionalmente.

Programe sua rotina com seu filho! Hora para acordar, café da manhã em família, repleto de calma e de bons momentos, aproveitando o amanhecer e o carinho e amor presentes neste momento. Programe a manhã com ele. Se aulas forem pela manhã, garanta que o silêncio e o cantinho do estudo estejam preparados e sejam usados, enquanto isso, faça suas tarefas diárias e seu trabalho em home office.

Na hora do almoço, se ajudem: um coloca a mesa, outro auxilia no preparo do mesmo, outro se encarrega do suco e assim por diante. Comam em família e em harmonia. Procurem desfrutar deste momento. Conversem e dialoguem, ouçam às ideias uns dos outros.

Pós almoço, se deem pausa para descanso: cada um usa essa hora livre como quer, seja dormindo, seja jogando, lendo, assistindo televisão, ouvindo música, etc. Se permitam ter momentos de tranquilidade e de menos cobrança.

Durante o período da tarde separem momentos para o estudo e deveres de casa dos filhos e trabalho dos pais. Deem pausa no meio da tarde para que possam conversar, tomar um ‘lanche da tarde’ juntos, fazer um alongamento, dentre outros.

Ao final do dia, apesar de terem produzido, ficado juntos, é possível que estejam ainda descansados, dispostos a passar mais tempo ainda juntos e satisfeitos uns com os outros.
Após o jantar, separem momentos para que façam, cada um a seu modo, atividades relaxantes e que gostam.

Não se esqueçam de se despedirem antes de dormir.

A rotina na quarentena com os filhos pode ser um bom momento para estreitar os laços, para conhecer mais uns aos outros, para passar mais tempo juntos, para ressignificarem a relação familiar.
Encerro com um convite a reflexão, a partir de uma canção de Lenine: “Enquanto todo mundo espera a cura do mal e a loucura finge que isso tudo é normal, eu finjo ter paciência. O mundo vai girando cada vez mais veloz, a gente espera do mundo e o mundo espera de nós um pouco mais de paciência. Será que é tempo que lhe falta pra perceber, será que temos esse tempo pra perder, e quem quer saber, a vida é tão rara (tão rara) ...”

INSTAGRAM

Loading interface...
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!