• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Coreia do Norte dispara projéteis não identificados no leste do país

Por Redação Rápido no Ar
A Coreia do Norte disparou hoje (9) três projéteis não identificados, disseram as forças armadas do país, dois dias após o regime ter ameaçado tomar medidas sérias contra a condenação internacional aos seus exercícios militares.

As forças armadas sul-coreanas afirmaram em comunicado que detectaram três lançamentos feitos a partir da Coreia do Norte, numa cidade costeira no leste da província de Hamgyong, e disseram que estão monitorizando a possibilidade de se verificarem lançamentos adicionais.

Nos últimos dez dias, a Coreia do Norte informou que o líder Kim Jong-un supervisionou duas rondas de exercícios de artilharia, os primeiros testes de armas desde final de novembro.

A Coreia do Sul e alguns países europeus protestaram contra os exercícios da Coreia do Norte, que acreditam terem envolvido o lançamento de mísseis balísticos, numa violação às resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A Coreia do Norte atacou as críticas da comunidade internacional, alegando ter o direito de realizar exercícios militares, tendo em vista a presença próxima das forças norte-americanas e sul-coreanas.

Coreia do Norte dispara projéteis não identificados no leste do país

Por Redação Rápido no Ar
A Coreia do Norte disparou hoje (9) três projéteis não identificados, disseram as forças armadas do país, dois dias após o regime ter ameaçado tomar medidas sérias contra a condenação internacional aos seus exercícios militares.

As forças armadas sul-coreanas afirmaram em comunicado que detectaram três lançamentos feitos a partir da Coreia do Norte, numa cidade costeira no leste da província de Hamgyong, e disseram que estão monitorizando a possibilidade de se verificarem lançamentos adicionais.

Nos últimos dez dias, a Coreia do Norte informou que o líder Kim Jong-un supervisionou duas rondas de exercícios de artilharia, os primeiros testes de armas desde final de novembro.

A Coreia do Sul e alguns países europeus protestaram contra os exercícios da Coreia do Norte, que acreditam terem envolvido o lançamento de mísseis balísticos, numa violação às resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A Coreia do Norte atacou as críticas da comunidade internacional, alegando ter o direito de realizar exercícios militares, tendo em vista a presença próxima das forças norte-americanas e sul-coreanas.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!