• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Comissão de Obras da Câmara de Limeira recebe BRK para tratar do Recanto dos Pássaros

Por Redação Rápido no Ar
Diretores da concessionária BRK Ambiental estiveram presentes na reunião da Comissão de Obras e Serviços Públicos, nessa quinta-feira (12) para debater a situação de saneamento básico do condomínio Recanto dos Pássaros. A oitiva promovida pelos vereadores foi acompanhada pelos representantes do conjunto habitacional, Jovenildo Nunes de Barros e Fernanda Silva Cardial de Almeida, além da assistente social Rosana Cristina Gonçalves Pereira, do Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom).

Responsável pela administração contratual da concessionária, Vinicius Pertile falou sobre a dívida de cerca de R$ 1,2 milhão que o condomínio tem com a empresa de água e esgoto. No entanto, segundo ele, a BRK ainda não promoveu o corte do fornecimento de água por entender a questão social do condomínio e a dificuldade de organização dos moradores.

Questionado pelo presidente da Comissão, vereador Waguinho da Santa Luzia (Cidadania), se é possível fazer a cobrança por meio de hidrômetro individual, como é o desejo dos moradores, Pertile explicou que não é possível porque o contrato da BRK é feito diretamente com a pessoa jurídica do condomínio. “Estamos há três anos e meio sem síndico. Os moradores querem uma solução e pagar a água que usam”, pediu a moradora Fernanda Silva Cardial de Almeida.

Waguinho também questionou sobre a possibilidade de anistiar o débito do condomínio. Nesse sentido, o diretor da BRK explicou que, por questão contratual, não é possível abrir mão da dívida, mas há a possibilidade de fazer uma negociação. Ele disse ainda que em outro momento já foi feito um parcelamento da dívida.

Rede de esgoto

O morador Jovenildo Nunes de Barros relatou problemas estruturais na construção da rede de esgoto no condomínio, que geram o retorno dos resíduos para uma parte dos apartamentos. Segundo o coordenador de projetos da concessionária, o problema se deve à falta de fiscalização durante a execução da obra. A Caixa Econômica Federal, disse a moradora Fernanda Silva Cardial de Almeida, se isentou de ser responsável pela fiscalização.

Comissão

Essa é a terceira vez que a Comissão de Obras recebe moradores do Condomínio Recanto dos Pássaros para buscar respostas aos problemas e promover a intermediação com autoridades. “Estamos provocando debate e buscando esclarecimentos e soluções”, resumiu o vereador Dr. Rafael Camargo (MDB), que também citou a atuação da Comissão junto à Caixa e ao deputado federal Miguel Lombardi (PL). “O governo federal precisa ser provocado também.”

Os vereadores decidiram, por fim, enviar convite para representantes da Caixa Econômica Federal e da Secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura a fim de participar da próxima reunião do colegiado na quinta-feira, 19 de dezembro, a partir das 14 horas, e continuar as tratativas sobre a situação do Recanto dos Pássaros.

A Comissão de Obras, Serviços Públicos, Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo é integrada pelos vereadores Waguinho da Santa Luzia, presidente; Marco Xavier (PSB), vice-presidente; Lu Bogo (PL), secretária; e Jorge de Freitas (Patriota) e Dr. Rafael Camargo, membros.

Comissão de Obras da Câmara de Limeira recebe BRK para tratar do Recanto dos Pássaros

Por Redação Rápido no Ar
Diretores da concessionária BRK Ambiental estiveram presentes na reunião da Comissão de Obras e Serviços Públicos, nessa quinta-feira (12) para debater a situação de saneamento básico do condomínio Recanto dos Pássaros. A oitiva promovida pelos vereadores foi acompanhada pelos representantes do conjunto habitacional, Jovenildo Nunes de Barros e Fernanda Silva Cardial de Almeida, além da assistente social Rosana Cristina Gonçalves Pereira, do Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom).

Responsável pela administração contratual da concessionária, Vinicius Pertile falou sobre a dívida de cerca de R$ 1,2 milhão que o condomínio tem com a empresa de água e esgoto. No entanto, segundo ele, a BRK ainda não promoveu o corte do fornecimento de água por entender a questão social do condomínio e a dificuldade de organização dos moradores.

Questionado pelo presidente da Comissão, vereador Waguinho da Santa Luzia (Cidadania), se é possível fazer a cobrança por meio de hidrômetro individual, como é o desejo dos moradores, Pertile explicou que não é possível porque o contrato da BRK é feito diretamente com a pessoa jurídica do condomínio. “Estamos há três anos e meio sem síndico. Os moradores querem uma solução e pagar a água que usam”, pediu a moradora Fernanda Silva Cardial de Almeida.

Waguinho também questionou sobre a possibilidade de anistiar o débito do condomínio. Nesse sentido, o diretor da BRK explicou que, por questão contratual, não é possível abrir mão da dívida, mas há a possibilidade de fazer uma negociação. Ele disse ainda que em outro momento já foi feito um parcelamento da dívida.

Rede de esgoto

O morador Jovenildo Nunes de Barros relatou problemas estruturais na construção da rede de esgoto no condomínio, que geram o retorno dos resíduos para uma parte dos apartamentos. Segundo o coordenador de projetos da concessionária, o problema se deve à falta de fiscalização durante a execução da obra. A Caixa Econômica Federal, disse a moradora Fernanda Silva Cardial de Almeida, se isentou de ser responsável pela fiscalização.

Comissão

Essa é a terceira vez que a Comissão de Obras recebe moradores do Condomínio Recanto dos Pássaros para buscar respostas aos problemas e promover a intermediação com autoridades. “Estamos provocando debate e buscando esclarecimentos e soluções”, resumiu o vereador Dr. Rafael Camargo (MDB), que também citou a atuação da Comissão junto à Caixa e ao deputado federal Miguel Lombardi (PL). “O governo federal precisa ser provocado também.”

Os vereadores decidiram, por fim, enviar convite para representantes da Caixa Econômica Federal e da Secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura a fim de participar da próxima reunião do colegiado na quinta-feira, 19 de dezembro, a partir das 14 horas, e continuar as tratativas sobre a situação do Recanto dos Pássaros.

A Comissão de Obras, Serviços Públicos, Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo é integrada pelos vereadores Waguinho da Santa Luzia, presidente; Marco Xavier (PSB), vice-presidente; Lu Bogo (PL), secretária; e Jorge de Freitas (Patriota) e Dr. Rafael Camargo, membros.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!