• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Casal de Hortolândia está entre os mortos em acidente com gás no Chile

Por Redação Rápido no Ar
O Itamaraty confirmou hoje (23) que seis turistas brasileiros morreram nessa quarta-feira (22) em Santiago, Chile, por inalação de gás. Os turistas estavam de férias em um apartamento alugado no centro da cidade. Entre as vítimas estava um casal, que morava em Hortolândia.

Segundo o Itamaraty, o Consulado do Brasil soube com antecedência que os brasileiros estavam passando mal e alertou as autoridades locais. Porém, eles já estavam mortos, quando os bombeiros e paramédicos chilenos chegaram ao apartamento.

Rodrigo Soto, oficial da Polícia de Santiago, confirmou que recebeu um telefonema do Consulado Brasileiro alertando sobre o problema com os brasileiros, hospedados em um apartamento no sexto andar de um prédio da cidade. Segundo ele, a causa da morte ainda é “uma questão para investigação”. Acrescentou que “informações preliminares apontam para um vazamento de gás”.
Família estava comemorando o aniversário de Caroline, que completaria 15 anos nesta sexta-feira (24).

O bombeiro Diego Velasquez também confirmou que, quando os socorristas chegaram ao local, os brasileiros já estavam mortos. “Pelo que foi observado, esse acidente deveu-se à ação do monóxido de carbono”.

Um casal e os dois filhos adolescentes, que estão entre as vítimas moravam em Biguaçu, na grande Florianópolis. Já o outro casal, que são tios dos adolescentes, moravam atualmente em Hortolândia (SP).

As vítimas são:

- Fabiano de Souza, 41 anos (pai dos adolescentes)
- Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos (mãe dos adolescentes)
- Caroline Nascimento de Souza, 14 anos (Ela completaria 15 anos essa semana)
- Felipe Nascimento de Souza, 13 anos
- Jonathas Nascimento Krueger, 30 anos (Catarinense e irmão de Débora. Morava atualmente em Hortolândia)
- Adriane Krueger (Goiana, era casa com Jonathas e morava em Hortolândia)

Na madrugada desta quarta-feira (22), a mãe de Jonathas e Débora faleceu em Santa Catarina, vitíma de um câncer. A informação foi confirmada pelo advogado da família e segundo ele o velório começou na manhã de hoje.
Quando a polícia chegou ao apartamento, notou que todas as janelas estavam fechadas, o que pode ter provocado a grande concentração de gás.

A família estava no Chile para comemorar o aniversário de 15 anos de Caroline.

Por enquanto ainda não há informações de como será o translado dos corpos. Familiares viajaram para o Chile e contam com o apoio do Itamaraty.

Casal de Hortolândia está entre os mortos em acidente com gás no Chile

Por Redação Rápido no Ar
O Itamaraty confirmou hoje (23) que seis turistas brasileiros morreram nessa quarta-feira (22) em Santiago, Chile, por inalação de gás. Os turistas estavam de férias em um apartamento alugado no centro da cidade. Entre as vítimas estava um casal, que morava em Hortolândia.

Segundo o Itamaraty, o Consulado do Brasil soube com antecedência que os brasileiros estavam passando mal e alertou as autoridades locais. Porém, eles já estavam mortos, quando os bombeiros e paramédicos chilenos chegaram ao apartamento.

Rodrigo Soto, oficial da Polícia de Santiago, confirmou que recebeu um telefonema do Consulado Brasileiro alertando sobre o problema com os brasileiros, hospedados em um apartamento no sexto andar de um prédio da cidade. Segundo ele, a causa da morte ainda é “uma questão para investigação”. Acrescentou que “informações preliminares apontam para um vazamento de gás”.
Família estava comemorando o aniversário de Caroline, que completaria 15 anos nesta sexta-feira (24).

O bombeiro Diego Velasquez também confirmou que, quando os socorristas chegaram ao local, os brasileiros já estavam mortos. “Pelo que foi observado, esse acidente deveu-se à ação do monóxido de carbono”.

Um casal e os dois filhos adolescentes, que estão entre as vítimas moravam em Biguaçu, na grande Florianópolis. Já o outro casal, que são tios dos adolescentes, moravam atualmente em Hortolândia (SP).

As vítimas são:

- Fabiano de Souza, 41 anos (pai dos adolescentes)
- Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos (mãe dos adolescentes)
- Caroline Nascimento de Souza, 14 anos (Ela completaria 15 anos essa semana)
- Felipe Nascimento de Souza, 13 anos
- Jonathas Nascimento Krueger, 30 anos (Catarinense e irmão de Débora. Morava atualmente em Hortolândia)
- Adriane Krueger (Goiana, era casa com Jonathas e morava em Hortolândia)

Na madrugada desta quarta-feira (22), a mãe de Jonathas e Débora faleceu em Santa Catarina, vitíma de um câncer. A informação foi confirmada pelo advogado da família e segundo ele o velório começou na manhã de hoje.
Quando a polícia chegou ao apartamento, notou que todas as janelas estavam fechadas, o que pode ter provocado a grande concentração de gás.

A família estava no Chile para comemorar o aniversário de 15 anos de Caroline.

Por enquanto ainda não há informações de como será o translado dos corpos. Familiares viajaram para o Chile e contam com o apoio do Itamaraty.

INSTAGRAM

Loading interface...
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!