Sexta-feira, 13 de julho – Cinco notícias para começar o dia bem informado

1 – Operação das Forças Armadas tem presos e ferido no Rio
As Forças Armadas fizeram hoje (13) uma operação nas comunidades do Jardim Catarina e do Salgueiro, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo o Comando Conjunto, que coordena a atuação das três forças militares no estado, o objetivo da ação foi enfrentar criminosos armados que controlam as atividades criminosas nesses locais.

2 – AGU recomendará a Temer veto à anistia de multa de caminhoneiros
A Advocacia-Geral da União (AGU) informou hoje (12) que recomendará ao presidente Michel Temer o veto à isenção de multas aos caminhoneiros e empresas transportadoras durante greve este ano, prevista na Medida Provisória (MP) 832/18, aprovada ontem (11) no Congresso Nacional. A anistia às multas foi incluída no texto que permite à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) definir um valor mínimo para o frete no transporte de cargas.

3 – Após aprovação da MP do Frete, escoamento da safra segue lento
Associações que representam o agronegócio dizem que o escoamento de safra segue lento em boa parte do País, após a aprovação da MP do Frete que estabelece um preço mínimo para os fretes. “Não houve mudança nenhuma”, afirma o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho Goiás (Aprosoja), Bartolomeu Braz. Desde que o tabelamento de preços mínimos para o frete entrou em vigor, no fim de maio, em meio às negociações para o fim da paralisação dos caminhoneiros, o escoamento da safra tem acontecido lentamente, com produtores à espera da revogação da tabela e redução dos custos.

4 – Presidente do Supremo prorroga dois inquéritos envolvendo Jucá e Raupp
A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, prorrogou por 30 dias dois inquéritos abertos com base nas delações da Odebrecht envolvendo os senadores emedebistas Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO). Na decisão, a ministra afirmou que a continuidade de investigações é um direito da sociedade. “O princípio constitucional da razoável duração do processo impõe-se em benefício da continuidade da ação em respeito ao direito à sociedade”, disse Cármen Lúcia. Um dos argumentos utilizados por outros ministros em recentes arquivamentos de inquéritos é o de que o processo deve ter duração razoável para evitar constrangimento ilegal de investigados.

5 – China reduz importações de petróleo e minério de ferro em junho
As importações de petróleo e minério de ferro da China recuaram em junho, enquanto as de cobre tiveram crescimento na comparação anual, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pela Administração Geral de Alfândega do país.

Compartilhe!