Polícia recupera caminhão roubado no Paraná que usava placas frias de Limeira; dois tratores também foram recuperados

Dois tratores roubados, avaliados em aproximadamente R$1 milhão, foram recuperados pela Polícia Civil do Paraná, em um barracão localizado no bairro Ganchinho, em Curitiba (PR). Dois homens, de 29 e 40 anos, foram presos em flagrante por receptação qualificada. Um caminhão com placas frias de Limeira (SP) também foi localizado no local.


De acordo com a Polícia Civil, o roubo aconteceu na madrugada do último dia 20 de março, no município de São José dos Pinhais, região metropolitana da capital paranaense. Na ocasião, o motorista do caminhão que transportava a carga estava parado em um posto de combustíveis na Rodovia BR-116, quando foi abordado por dois rapazes que o renderam sob ameaça de arma de fogo e depois o abandonaram em um matagal, fugindo com o caminhão.


Após a denúncia, a Polícia Civil deu início as diligências a fim de localizar os tratores roubados, bem como o caminhão que os transportava, e recebeu a informação de que os veículos estariam guardados em um barracão na Rua Pedrina Acordes Costa – onde de fato foram localizados.

Ao chegar no local, os investigadores se depararam com os homens, que tentaram fugir utilizando um veículo Fox prata ao notar a presença policial. Entretanto, foram contidos e capturados pela equipe. Momento em que confessaram que a carga e o caminhão estariam dentro do barracão. Quando questionados, alegaram que não tinham envolvimento com o crime.


O rapaz de 29 disse que havia sido contratado para realizar o transbordo de um dos tratores para um outro caminhão e que havia contratado o homem de 40 anos para lhe ajudar.


O que foi confirmado pelo comparsa, dizendo que havia conhecido o rapaz naquele dia. No decorrer da ação os policiais também localizaram dois bloqueadores de sinal de rastreador e dois pares de placas frias, que já haviam sido aplicadas no caminhão roubado e no reboque do mesmo. A placa fria usada no cavalinho, um Scania, era da cidade de Limeira.

Compartilhe!