• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Ônibus atrasam saída da garagem no último dia de atuação da Viação Limeirense

Por Roxane Regly
Na manhã desta sexta-feira (14) o trabalhador foi pego de surpresa com a ausência dos ônibus do transporte público nas ruas de Limeira (SP). Os ônibus só começaram a circular após às 7h, quando terminou uma assembleia realizada pelos trabalhadores da Viação Limeirense.

O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Urbano de Limeira (Sindtrull) realizou uma assembleia junto aos trabalhadores por causa da falta de acordo com a Viação Limeirense, que deixa a cidade nesta sexta-feira. Durante a assembleia os funcionários da empresa foram orientados quanto aos próximos passos.

A pendência em questão que levou os trabalhadores a atrasarem a circulação foi a falta de baixa nas Carteiras de Trabalho, para que os trabalhadores possam retirar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), que não foi garantida pela Viação Limeirense, nem pela Prefeitura de Limeira, que realizou a intervenção. O Sinditrul confirmou que o passivo trabalhista será reivindicado na Justiça.

Com relação à nova empresa, a Sancetur, um acordo já teria sido realizado para que a empresa comece a atuar em Limeira.

Ônibus atrasam saída da garagem no último dia de atuação da Viação Limeirense

Por Roxane Regly
Na manhã desta sexta-feira (14) o trabalhador foi pego de surpresa com a ausência dos ônibus do transporte público nas ruas de Limeira (SP). Os ônibus só começaram a circular após às 7h, quando terminou uma assembleia realizada pelos trabalhadores da Viação Limeirense.

O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Urbano de Limeira (Sindtrull) realizou uma assembleia junto aos trabalhadores por causa da falta de acordo com a Viação Limeirense, que deixa a cidade nesta sexta-feira. Durante a assembleia os funcionários da empresa foram orientados quanto aos próximos passos.

A pendência em questão que levou os trabalhadores a atrasarem a circulação foi a falta de baixa nas Carteiras de Trabalho, para que os trabalhadores possam retirar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), que não foi garantida pela Viação Limeirense, nem pela Prefeitura de Limeira, que realizou a intervenção. O Sinditrul confirmou que o passivo trabalhista será reivindicado na Justiça.

Com relação à nova empresa, a Sancetur, um acordo já teria sido realizado para que a empresa comece a atuar em Limeira.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!