Julgamento de família Félix é adiado

O julgamento da família Felix que aconteceria nesta quarta-feira (5) foi adiado pela Justiça. Um despacho assinado pelo relator desembargador José Maria Câmara Junior, da 8ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça (TJ) acatou pedidos da defesa.

Entre as justificativas está o fato de um dos advogados apresentar quadro clínico de Dengue hemorrágica e também a mudança de outros advogados no caso. A defesa também alegou um volume muito grade para ser analisado. A nova data foi marcada para o dia 11 de março.

O CASO FELIX

Amanhã, 5 de fevereiro, aconteceria o julgamento em 2ª instância do processo contra a família do ex-prefeito Silvio Félix, acusada de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. Os 15 réus do processo foram condenados em 1ª instância.

De acordo com a promotora de justiça Débora Bertolini Ferreira Simonetti, caso os desembargadores da 8ª Câmara de Direito Público do TJ mantenham a decisão, todos os integrantes da família Félix ficarão inelegíveis por oito anos.

Ainda segundo o Ministério Público, os valores dos imóveis da família chegavam em 2011 a R$ 21 milhões – com os valores corrigidos, a cifra alcançaria os R$ 80 milhões. Entre os imóveis estão (flats) em São Paulo e até um edifício inteiro na cidade de Campinas (SP).

Compartilhe!