• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Gosta de aventuras? Parque Estadual da Serra do Mar tem várias opções

Por Redação Rápido no Ar
Excelente alternativa para quem faz questão de aproveitar o contato com a natureza, o Parque Estadual da Serra do Mar, no litoral paulista, oferece diversos atrativos. Trilhas, observação de aves e rafting são algumas das atividades mais procuradas no local, criado em 1977 e ampliado em 2010.

O espaço é a maior Unidade de Conservação de toda a Mata Atlântica. Os 332 mil hectares do parque (equivalentes a mais de 400 mil campos de futebol) protegem 25 municípios paulistas. O local conecta as florestas da Serra do Mar, desde o Rio de Janeiro e Vale do Ribeira, até o litoral sul do Estado de São Paulo.

Comunidades tradicionais de quilombolas, indígenas, caipiras e caiçaras são encontradas em diversos pontos do parque. Além disso, as florestas abrigam e protegem centenas de espécies de aves e outros animais ameaçados, como felinos e primatas. Entre as 1.361 espécies de animais e cerca de 1.200 tipos de plantas registradas, segundo o Ibama, encontram-se protegidos alguns dos principais espécimes em risco de extinção no brasil, como o macaco-prego, o bicho-preguiça e a anta.

Atrações
Visitantes com espírito de aventura podem experimentar o rafting, a descida de bote pelo Rio Paraibuna, passando pelas cachoeiras do Saltinho, Salto Grande, Ponte de Pedra, Corredeiras da Gamela de Pedra e do Itapavão. A atividade, promovida por operadoras especializadas de turismo, é realizada a cada quinze dias e obedece a um nível mínimo do curso d’água.

Para quem aprecia os passeios que destacam a arquitetura, uma das recomendações é a Trilha dos Monumentos Históricos Caminhos do Mar. Na caminhada, o turista passa pela Estrada Velha de Santos e contempla atrativos como o Rancho da Maioridade a Calçada do Lorena, bem como construções do século XVIII que contribuíram para o desenvolvimento do Estado de São Paulo.

A Trilha do Jequitibá oferece a oportunidade de contemplar belas e raras espécies da Mata Atlântica, em um percurso fácil e plano, em meio à floresta densa e preservada. O acompanhamento de um monitor ambiental garante o aprendizado sobre as espécies e locais mais favoráveis para avistá-los. Rios cristalinos fazem parte do percurso e propiciam banhos refrescantes.

Gerenciamento
Devido à enorme extensão, o Parque Estadual da Serra do Mar é gerenciado por meio de dez núcleos administrativos: Bertioga, Caraguatatuba, Cunha, Curucutu, Itariru, Itutinga Pilões, Padre Dória, Picinguaba, Santa Virgínia e São Sebastião. Cada espaço possui características próprias e forma um conjunto de paisagens, biodiversidade, interação social e preservação ambiental.

Inaugurado na época da construção da Rodovia Rio-Santos (BR-101), que abriu o litoral ao desenvolvimento do turismo, o parque é administrado pela Fundação Florestal, instituição vinculada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente.

Gosta de aventuras? Parque Estadual da Serra do Mar tem várias opções

Por Redação Rápido no Ar
Excelente alternativa para quem faz questão de aproveitar o contato com a natureza, o Parque Estadual da Serra do Mar, no litoral paulista, oferece diversos atrativos. Trilhas, observação de aves e rafting são algumas das atividades mais procuradas no local, criado em 1977 e ampliado em 2010.

O espaço é a maior Unidade de Conservação de toda a Mata Atlântica. Os 332 mil hectares do parque (equivalentes a mais de 400 mil campos de futebol) protegem 25 municípios paulistas. O local conecta as florestas da Serra do Mar, desde o Rio de Janeiro e Vale do Ribeira, até o litoral sul do Estado de São Paulo.

Comunidades tradicionais de quilombolas, indígenas, caipiras e caiçaras são encontradas em diversos pontos do parque. Além disso, as florestas abrigam e protegem centenas de espécies de aves e outros animais ameaçados, como felinos e primatas. Entre as 1.361 espécies de animais e cerca de 1.200 tipos de plantas registradas, segundo o Ibama, encontram-se protegidos alguns dos principais espécimes em risco de extinção no brasil, como o macaco-prego, o bicho-preguiça e a anta.

Atrações
Visitantes com espírito de aventura podem experimentar o rafting, a descida de bote pelo Rio Paraibuna, passando pelas cachoeiras do Saltinho, Salto Grande, Ponte de Pedra, Corredeiras da Gamela de Pedra e do Itapavão. A atividade, promovida por operadoras especializadas de turismo, é realizada a cada quinze dias e obedece a um nível mínimo do curso d’água.

Para quem aprecia os passeios que destacam a arquitetura, uma das recomendações é a Trilha dos Monumentos Históricos Caminhos do Mar. Na caminhada, o turista passa pela Estrada Velha de Santos e contempla atrativos como o Rancho da Maioridade a Calçada do Lorena, bem como construções do século XVIII que contribuíram para o desenvolvimento do Estado de São Paulo.

A Trilha do Jequitibá oferece a oportunidade de contemplar belas e raras espécies da Mata Atlântica, em um percurso fácil e plano, em meio à floresta densa e preservada. O acompanhamento de um monitor ambiental garante o aprendizado sobre as espécies e locais mais favoráveis para avistá-los. Rios cristalinos fazem parte do percurso e propiciam banhos refrescantes.

Gerenciamento
Devido à enorme extensão, o Parque Estadual da Serra do Mar é gerenciado por meio de dez núcleos administrativos: Bertioga, Caraguatatuba, Cunha, Curucutu, Itariru, Itutinga Pilões, Padre Dória, Picinguaba, Santa Virgínia e São Sebastião. Cada espaço possui características próprias e forma um conjunto de paisagens, biodiversidade, interação social e preservação ambiental.

Inaugurado na época da construção da Rodovia Rio-Santos (BR-101), que abriu o litoral ao desenvolvimento do turismo, o parque é administrado pela Fundação Florestal, instituição vinculada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente.
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!