Fábrica clandestina de álcool em gel é fechada em Nova Odessa

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Americana fechou ontem (24) uma fábrica clandestina de álcool em gel em Nova Odessa (SP). O proprietário do estabelecimento foi preso.

Os policiais civis da unidade receberam denúncia anônima sobre a empresa clandestina, montaram uma operação e foram até a Rua Ivy Reibel, no Jardim Eneides, onde fica o Distrito Industrial. “Chegando pelo endereço da denúncia, a empresa funcionava a todo vapor produzindo álcool em gel, sendo que diversos funcionários do local estavam envolvidos diretamente com a produção clandestina”, informaram.

O proprietário, que tem 71 anos, não apresentou os documentos para comprovar a legalidade da empresa e os policiais acionaram a Vigilância Sanitária de Nova Odessa. “Pôde ser confirmado pelos fiscais presentes toda a irregularidade flagrada pelos policiais da DIG e ainda que, realmente, não havia para a empresa qualquer tipo de autorização para produção dos produtos. A Vigilância Sanitária lacrou a empresa. Os empregados e o proprietário da empresa foram conduzidos juntamente com a farta apreensão de álcool gel falsificado à sede da DIG, onde a autoridade policial, após apreciação dos fatos, determinou a prisão em flagrante do empresário por falsificação/adulteração de produtos terapêuticos. O autuado foi conduzido à Cadeia Pública de Sumaré”, completaram.

Foram apreendidos 1.749 frascos de álcool gel de 500ml; 51 galões de 5 litros de álcool gel; 5 sacos de 30 quilos de carboximetilcelulose e 2.352 embalagens vazias e com tampa de álcool gel.

Compartilhe!