• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Aproveite o percurso...

Por Redação Rápido no Ar
A vida é feita de muitos momentos: bons, ruins, desafios, tombos, risos, nos erguemos, caímos de novo, traçamos metas, cumprimos, falhamos, enfim, nada é estático, nada é previsível, em um momento estamos no topo da Roda Gigante e no outro cá embaixo.

“E o mundo vai girando cada vez mais veloz, a gente espera do mundo e o mundo espera de nós, um pouco mais de paciência (...)” Lenine

Sim, o mundo gira, giramos com ele, nossos sonhos mudam, nossos problemas vão se resolvendo, porém outros vão surgindo, nossos anseios vão se moldando à nossa realidade e esta vai se moldando ao que vivemos, ao que os que nos cercam nos apresentam.

Como dizia Charles Chaplin: “Nada é para sempre, nem mesmo os problemas.”: UFA, que BOM! Sim, eles se resolvem e não duram para sempre, embora nos retirem o sono, nos causem dor, nos façam correr, nos causem medo e angústia.

Como diz uma amiga querida: evitemos pensar nos problemas à noite, pois eles parecem muito piores. E como parecem. É como se não houvesse solução para os mesmos e eles fossem muito mais graves do que de fato são.

Nós não somos apenas nossos problemas e nossas dificuldades. Somos um mosaico de pluralidade. Somos o resultado do que vivemos, do que aprendemos, de quem amamos e dos que nos amam, somos o resultado do bem que fizemos, das dores que superamos, dos sorrisos que não negamos, por isso, entre um problema e outro, uma ‘dor de cabeça’ e outra, aproveitemos o intervalo.

Não percamos a oportunidade de sorrir! De fazer algo que gostamos, de fazer algo por nós mesmos, algo que nos faça bem, que nos ajude a relaxar, a sorrir, a espairecer... afinal, precisamos ‘tomar fôlego’ e ‘arregaçar às mangas’ para resolver os desafios da vida.

Tire um momento para que você curta sua família, para que faça uma atividade que lhe dê prazer, desfoque o pensamento dos problemas por um momento, converse com um amigo, assista a um filme, ouça uma música, se dê a chance de desligar por uns momentos. “Que meus sonhos não tenham fim. Que a minha fé seja infinita, quando eu pensar em desistir.” Jaqueline Souza

Encerro com uma frase emblemática do filme Rocky Balboa e convido a reflexão sobre o que estamos fazendo com nossa vida e nossos problemas: “Ninguém baterá tão forte quanto a vida. Porém, não se trata de quão forte pode bater, se trata de quão forte pode ser atingido e continuar seguindo em frente. É assim que a vitória é conquistada."


Aproveite o percurso...

Por Redação Rápido no Ar
A vida é feita de muitos momentos: bons, ruins, desafios, tombos, risos, nos erguemos, caímos de novo, traçamos metas, cumprimos, falhamos, enfim, nada é estático, nada é previsível, em um momento estamos no topo da Roda Gigante e no outro cá embaixo.

“E o mundo vai girando cada vez mais veloz, a gente espera do mundo e o mundo espera de nós, um pouco mais de paciência (...)” Lenine

Sim, o mundo gira, giramos com ele, nossos sonhos mudam, nossos problemas vão se resolvendo, porém outros vão surgindo, nossos anseios vão se moldando à nossa realidade e esta vai se moldando ao que vivemos, ao que os que nos cercam nos apresentam.

Como dizia Charles Chaplin: “Nada é para sempre, nem mesmo os problemas.”: UFA, que BOM! Sim, eles se resolvem e não duram para sempre, embora nos retirem o sono, nos causem dor, nos façam correr, nos causem medo e angústia.

Como diz uma amiga querida: evitemos pensar nos problemas à noite, pois eles parecem muito piores. E como parecem. É como se não houvesse solução para os mesmos e eles fossem muito mais graves do que de fato são.

Nós não somos apenas nossos problemas e nossas dificuldades. Somos um mosaico de pluralidade. Somos o resultado do que vivemos, do que aprendemos, de quem amamos e dos que nos amam, somos o resultado do bem que fizemos, das dores que superamos, dos sorrisos que não negamos, por isso, entre um problema e outro, uma ‘dor de cabeça’ e outra, aproveitemos o intervalo.

Não percamos a oportunidade de sorrir! De fazer algo que gostamos, de fazer algo por nós mesmos, algo que nos faça bem, que nos ajude a relaxar, a sorrir, a espairecer... afinal, precisamos ‘tomar fôlego’ e ‘arregaçar às mangas’ para resolver os desafios da vida.

Tire um momento para que você curta sua família, para que faça uma atividade que lhe dê prazer, desfoque o pensamento dos problemas por um momento, converse com um amigo, assista a um filme, ouça uma música, se dê a chance de desligar por uns momentos. “Que meus sonhos não tenham fim. Que a minha fé seja infinita, quando eu pensar em desistir.” Jaqueline Souza

Encerro com uma frase emblemática do filme Rocky Balboa e convido a reflexão sobre o que estamos fazendo com nossa vida e nossos problemas: “Ninguém baterá tão forte quanto a vida. Porém, não se trata de quão forte pode bater, se trata de quão forte pode ser atingido e continuar seguindo em frente. É assim que a vitória é conquistada."


  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!