Aneel aprova reajuste tarifário médio de 8,66% para a CPFL Paulista

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um reajuste médio de 8,66% nas tarifas da CPFL Paulista, válido a partir de 8 de abril. O reajuste para os consumidores atendidos em baixa tensão será de 8,34%, em média, enquanto o aumento médio para as tarifas de consumidores atendidos em alta tensão será de 9,30%.

O principal motivo foi o aumento dos itens financeiros da tarifa, com impacto de 9,07% no total do índice médio do reajuste, já incluídos os efeitos positivos do pagamento antecipado do empréstimo da chamada Conta ACR, que cobriu custos extraordinários com risco hidrológico em 2014, e dos ajustes em rubrica da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que colaboraram para segurar a alta.

O aumento dos custos de energia também influenciou o reajuste, em especial pelo aumento do valor da energia gerada por usinas operadas pelo sistema de cotas e pelo impacto da variação cambial na energia de Itaipu.

Compartilhe!