• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Presa acusada de integrar associação que atua no tráfico no Centro de Limeira

Por Denis Martins
A Polícia Militar de Limeira (SP), por meio da 1ª Cia., prendeu no final de semana uma mulher que é tida como integrante de uma associação que movimenta o tráfico de entorpecentes no Centro da cidade. O comparsa dela conseguiu fugir.

Os PMs cabo Moraes e soldado Brito viram uma Ecosport na Rua Barão de Cascalho, na Baixada Central, e já sabiam que o automóvel era usado para a distribuição de entorpecentes naquela região. Porém, após a abordagem do ocupante do automóvel, nada de ilícito foi localizado e ele acabou liberado.

Cerca de meia hora depois, o automóvel foi encontrado novamente pelos PMs, desta vez na Rua Santa Cruz, onde o ocupante entregou algo para uma mulher. O motorista conseguiu deixar o local antes da abordagem, mas os policiais detiveram a mulher.

A acusada tinha em suas mãos uma pedra de crack e disse que a droga não lhe pertencia, que ela iria picá-la para faze a entrega. Com apoio de outras viaturas, os policiais foram até a residência dela na Rua Barão de Cascalho e, na garagem, sob uma escada e debaixo de um dos pisos, foram localizadas 49 pedras de crack embaladas, prontas para venda.

Ela foi conduzida ao plantão policial e o delegado Dimas Custódio a autuou em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. As drogas foram apreendidas.

 

Presa acusada de integrar associação que atua no tráfico no Centro de Limeira

Por Denis Martins
A Polícia Militar de Limeira (SP), por meio da 1ª Cia., prendeu no final de semana uma mulher que é tida como integrante de uma associação que movimenta o tráfico de entorpecentes no Centro da cidade. O comparsa dela conseguiu fugir.

Os PMs cabo Moraes e soldado Brito viram uma Ecosport na Rua Barão de Cascalho, na Baixada Central, e já sabiam que o automóvel era usado para a distribuição de entorpecentes naquela região. Porém, após a abordagem do ocupante do automóvel, nada de ilícito foi localizado e ele acabou liberado.

Cerca de meia hora depois, o automóvel foi encontrado novamente pelos PMs, desta vez na Rua Santa Cruz, onde o ocupante entregou algo para uma mulher. O motorista conseguiu deixar o local antes da abordagem, mas os policiais detiveram a mulher.

A acusada tinha em suas mãos uma pedra de crack e disse que a droga não lhe pertencia, que ela iria picá-la para faze a entrega. Com apoio de outras viaturas, os policiais foram até a residência dela na Rua Barão de Cascalho e, na garagem, sob uma escada e debaixo de um dos pisos, foram localizadas 49 pedras de crack embaladas, prontas para venda.

Ela foi conduzida ao plantão policial e o delegado Dimas Custódio a autuou em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. As drogas foram apreendidas.

 
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!