• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Prefeitura de Limeira dará início à reconstrução da alça do viaduto Antônio Feres

Por Redação Rápido no Ar
A Prefeitura de Limeira dará início nos próximos dias à reconstrução da alça de acesso do viaduto Antônio Feres, que liga o centro à Vila Camargo. A empresa vencedora do processo licitatório é a Preserva Engenharia.

A obra é bastante complexa. Inclui a execução de proteção em gabiões na margem do Ribeirão Tatu para coordenar o fluxo de águas e evitar novos problemas.

A alça desmoronou no início de 2013, quando serviços de manutenção poderiam ter sido executados para preservar a estrutura existente. Com a ocorrência, foi necessário interditar o local e retirar a estrutura.

Após anos sem solução, segundo a Prefeitura, foi iniciado uma tratativas para busca de recursos que possibilitassem retomar os trâmites de contratação de empresa para reconstrução do local. A licitação foi iniciada neste ano e passou por uma suspensão para correção de planilha orçamentária, necessária devido a alterações no projeto executivo. O procedimento exigiu o o tempo de qualquer concorrência pública devido a necessidade de respeitar os prazos processuais.


Com a homologação da empresa vencedora, será emitida a ordem de serviço à Preserva Engenharia. Após a proteção em gabiões na margem do Ribeirão Tatu, será feita a recomposição da contenção em terra armada para execução da rampa na cabeceira do viaduto, assim como a reconstrução da laje de aproximação, concluindo com o encaixe na via novamente. Por fim, será feita a recuperação das margens e gramados, sinalização viária e limpeza geral da obra.

O prazo de execução é de cinco meses, mas a Secretaria de Obras e Serviços Públicos alerta que os trabalhos acontecem em período predominantemente chuvoso, o que pode provocar alguns atrasos na obra.

MELHORIA VIÁRIA
A obra trará como melhoria viária a facilitação do acesso de toda região central para a região da Ponte Preta, geralmente com destino à rodovia Anhangüera e consequente acesso também de pedestres à marginal Tatu Oeste. O local também poderá ser utilizado para caminhadas.

Atualmente, as atividade só é viável a quem sai dos bairros da região Oeste (Ponte Preta). Além disso, são dois quilômetros de via pavimentada. Hoje, não há utilização viária.
A volta da utilização do local aliviará o trânsito na Marginal Leste (do outro lado do Ribeirão). Com o retorno do fluxo de veículos, também aumentará a sensação de segurança aos pedestres e praticantes de caminhadas e corridas no local, pois não se sentirão mais encurralados em via sem saída.


Prefeitura de Limeira dará início à reconstrução da alça do viaduto Antônio Feres

Por Redação Rápido no Ar
A Prefeitura de Limeira dará início nos próximos dias à reconstrução da alça de acesso do viaduto Antônio Feres, que liga o centro à Vila Camargo. A empresa vencedora do processo licitatório é a Preserva Engenharia.

A obra é bastante complexa. Inclui a execução de proteção em gabiões na margem do Ribeirão Tatu para coordenar o fluxo de águas e evitar novos problemas.

A alça desmoronou no início de 2013, quando serviços de manutenção poderiam ter sido executados para preservar a estrutura existente. Com a ocorrência, foi necessário interditar o local e retirar a estrutura.

Após anos sem solução, segundo a Prefeitura, foi iniciado uma tratativas para busca de recursos que possibilitassem retomar os trâmites de contratação de empresa para reconstrução do local. A licitação foi iniciada neste ano e passou por uma suspensão para correção de planilha orçamentária, necessária devido a alterações no projeto executivo. O procedimento exigiu o o tempo de qualquer concorrência pública devido a necessidade de respeitar os prazos processuais.


Com a homologação da empresa vencedora, será emitida a ordem de serviço à Preserva Engenharia. Após a proteção em gabiões na margem do Ribeirão Tatu, será feita a recomposição da contenção em terra armada para execução da rampa na cabeceira do viaduto, assim como a reconstrução da laje de aproximação, concluindo com o encaixe na via novamente. Por fim, será feita a recuperação das margens e gramados, sinalização viária e limpeza geral da obra.

O prazo de execução é de cinco meses, mas a Secretaria de Obras e Serviços Públicos alerta que os trabalhos acontecem em período predominantemente chuvoso, o que pode provocar alguns atrasos na obra.

MELHORIA VIÁRIA
A obra trará como melhoria viária a facilitação do acesso de toda região central para a região da Ponte Preta, geralmente com destino à rodovia Anhangüera e consequente acesso também de pedestres à marginal Tatu Oeste. O local também poderá ser utilizado para caminhadas.

Atualmente, as atividade só é viável a quem sai dos bairros da região Oeste (Ponte Preta). Além disso, são dois quilômetros de via pavimentada. Hoje, não há utilização viária.
A volta da utilização do local aliviará o trânsito na Marginal Leste (do outro lado do Ribeirão). Com o retorno do fluxo de veículos, também aumentará a sensação de segurança aos pedestres e praticantes de caminhadas e corridas no local, pois não se sentirão mais encurralados em via sem saída.


  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!