• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Polícia Civil e Vigilância Sanitária apreendem 4,4 toneladas de alimentos impróprios para o consumo

Por Redação Rápido no Ar
A Polícia Civil de Campinas e a Vigilância Sanitária apreenderam 4,4 toneladas de produtos alimentícios impróprios para consumo, em um ação deflagrada na manhã desta sexta-feira (18), em um comércio na rua José Carlos Pace, no Jardim Londres, em Campinas.

Equipes do 11º Distrito Policial da cidade foram acionados por agentes sanitários para apoiarem uma vistoria em um estabelecimento comercial. No local, foram constatadas péssimas condições de higiene e a existência de grande quantidade de alimentos, como queijos, linguiças, ovos, massas e frangos congelados, armazenados de forma inadequada. De acordo com a avaliação dos fiscais, a maioria dos alimentos eram clandestinos e sem padrões de qualidade.

O comércio foi interditado, os produtos apreendidos e o proprietário preso em flagrante. Ele foi levado à delegacia, onde foi indiciado por crime contra as relações de consumo e posteriormente recolhido à cadeia anexa ao 2º DP da cidade, permanecendo à disposição da Justiça.



Polícia Civil e Vigilância Sanitária apreendem 4,4 toneladas de alimentos impróprios para o consumo

Por Redação Rápido no Ar
A Polícia Civil de Campinas e a Vigilância Sanitária apreenderam 4,4 toneladas de produtos alimentícios impróprios para consumo, em um ação deflagrada na manhã desta sexta-feira (18), em um comércio na rua José Carlos Pace, no Jardim Londres, em Campinas.

Equipes do 11º Distrito Policial da cidade foram acionados por agentes sanitários para apoiarem uma vistoria em um estabelecimento comercial. No local, foram constatadas péssimas condições de higiene e a existência de grande quantidade de alimentos, como queijos, linguiças, ovos, massas e frangos congelados, armazenados de forma inadequada. De acordo com a avaliação dos fiscais, a maioria dos alimentos eram clandestinos e sem padrões de qualidade.

O comércio foi interditado, os produtos apreendidos e o proprietário preso em flagrante. Ele foi levado à delegacia, onde foi indiciado por crime contra as relações de consumo e posteriormente recolhido à cadeia anexa ao 2º DP da cidade, permanecendo à disposição da Justiça.



  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!