• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Polícia Civil apura autoria de furto que deixou Limeira sem água

Por Denis Martins
A Polícia Civil de Limeira (SP) atua na investigação da autoria do furto de cabos que, no final de semana, deixou a cidade por cerca de três dias sem fornecimento de água. O delegado João Jorge, que é titular do 3º Distrito Policial (DP) e responde também pelo 4º DP, comunicou que os investigadores atuam no caso.


Conforme mostrado pelo Rápido no Ar, a estação que bombeia água para Limeira, que fica na zona rural e tem o nome de São Lucas, foi alvo dos ladrões que, durante o furto, causaram um incêndio. Por conta disso, bairros de Limeira ficaram sem o fornecimento de água entre a manhã de sexta-feira (22) e a noite de domingo (24).

Hoje, em entrevista ao Rápido no Ar, João Jorge informou que a Polícia Civil atua para dar uma resposta à sociedade. “A investigação é feita pelos investigadores do 4º DP que contam com auxílio dos policiais do 3º DP. Atuamos para identificar a autoria e possíveis receptadores dos materiais. A investigação é para dar uma resposta à população”, descreveu João Jorge.

Quem tiver denúncia sobre os ladrões pode comunicar os setores de investigações dos dois distritos, por meio dos telefones 3444-6611 (3º DP) e 3451-0630 (4º DP). Não é necessário se identificar.

Polícia Civil apura autoria de furto que deixou Limeira sem água

Por Denis Martins
A Polícia Civil de Limeira (SP) atua na investigação da autoria do furto de cabos que, no final de semana, deixou a cidade por cerca de três dias sem fornecimento de água. O delegado João Jorge, que é titular do 3º Distrito Policial (DP) e responde também pelo 4º DP, comunicou que os investigadores atuam no caso.


Conforme mostrado pelo Rápido no Ar, a estação que bombeia água para Limeira, que fica na zona rural e tem o nome de São Lucas, foi alvo dos ladrões que, durante o furto, causaram um incêndio. Por conta disso, bairros de Limeira ficaram sem o fornecimento de água entre a manhã de sexta-feira (22) e a noite de domingo (24).

Hoje, em entrevista ao Rápido no Ar, João Jorge informou que a Polícia Civil atua para dar uma resposta à sociedade. “A investigação é feita pelos investigadores do 4º DP que contam com auxílio dos policiais do 3º DP. Atuamos para identificar a autoria e possíveis receptadores dos materiais. A investigação é para dar uma resposta à população”, descreveu João Jorge.

Quem tiver denúncia sobre os ladrões pode comunicar os setores de investigações dos dois distritos, por meio dos telefones 3444-6611 (3º DP) e 3451-0630 (4º DP). Não é necessário se identificar.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!