• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Maioria vota pelo prosseguimento de denúncia contra vereador Clayton Silva em Limeira

Por Redação Rápido no Ar
Com três votos a favor da manifestação do relator Zé da Mix (PSD) e um contrário, a Comissão Processante emitiu parecer favorável ao prosseguimento da apuração da denúncia de eventual quebra de decoro parlamentar de Clayton Silva (PSC). A deliberação foi feita em reunião dos membros nesta sexta-feira, 27 de setembro. Com o resultado, foram agendadas as oitivas do vereador denunciado e das testemunhas.

Seguiram o voto do relator os vereadores Mir do Lanche (PL), Helder do Táxi (MDB) e Wagner Barbosa (PSB), presidente da CP. O único voto contrário foi exarado pelo vereador Dr. Marcelo Rossi (PSD). Com o resultado da votação da maioria pelo prosseguimento da Comissão Processante é dado início aos atos, diligências e audiências necessárias para o depoimento e apuração com testemunhas. A deliberação ocorreu após o vereador Clayton ter apresentado a defesa prévia.

A primeira oitiva será com o denunciado, no dia 8 de outubro, às 13 horas, na Sala de Reuniões Mauro Vieira. No dia 15 de outubro, às 13 horas, a CP irá ouvir as oito testemunhas indicadas por Clayton Silva.

O vereador Clayton será notificado acerca de todos os atos processuais, pessoalmente ou na pessoa de seu procurador, com antecedência mínima de 24 horas. Ele pode tanto assistir às diligências e audiências como formular perguntas e reperguntas às testemunhas, além de requerer o que for de interesse da defesa.

Apuração

O processo administrativo foi aberto após denúncia apresentada pelo munícipe André Rodrigues Heleno. Ele relatou possível desrespeito de Clayton Silva aos demais parlamentares e ao Legislativo de Limeira, depois de o vereador ter acionado o Ministério Público sobre a aprovação de lei que reorganiza o Regime Próprio de Previdência Social do Município. O denunciante alega ainda que Clayton fez uso político do Ministério Público.

Maioria vota pelo prosseguimento de denúncia contra vereador Clayton Silva em Limeira

Por Redação Rápido no Ar
Com três votos a favor da manifestação do relator Zé da Mix (PSD) e um contrário, a Comissão Processante emitiu parecer favorável ao prosseguimento da apuração da denúncia de eventual quebra de decoro parlamentar de Clayton Silva (PSC). A deliberação foi feita em reunião dos membros nesta sexta-feira, 27 de setembro. Com o resultado, foram agendadas as oitivas do vereador denunciado e das testemunhas.

Seguiram o voto do relator os vereadores Mir do Lanche (PL), Helder do Táxi (MDB) e Wagner Barbosa (PSB), presidente da CP. O único voto contrário foi exarado pelo vereador Dr. Marcelo Rossi (PSD). Com o resultado da votação da maioria pelo prosseguimento da Comissão Processante é dado início aos atos, diligências e audiências necessárias para o depoimento e apuração com testemunhas. A deliberação ocorreu após o vereador Clayton ter apresentado a defesa prévia.

A primeira oitiva será com o denunciado, no dia 8 de outubro, às 13 horas, na Sala de Reuniões Mauro Vieira. No dia 15 de outubro, às 13 horas, a CP irá ouvir as oito testemunhas indicadas por Clayton Silva.

O vereador Clayton será notificado acerca de todos os atos processuais, pessoalmente ou na pessoa de seu procurador, com antecedência mínima de 24 horas. Ele pode tanto assistir às diligências e audiências como formular perguntas e reperguntas às testemunhas, além de requerer o que for de interesse da defesa.

Apuração

O processo administrativo foi aberto após denúncia apresentada pelo munícipe André Rodrigues Heleno. Ele relatou possível desrespeito de Clayton Silva aos demais parlamentares e ao Legislativo de Limeira, depois de o vereador ter acionado o Ministério Público sobre a aprovação de lei que reorganiza o Regime Próprio de Previdência Social do Município. O denunciante alega ainda que Clayton fez uso político do Ministério Público.

INSTAGRAM

Loading interface...
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!