• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Mãe vai à polícia após bebê ser internado e ter suspeita de infecção em Limeira; situação do bebê é grave

Por Denis Martins
A mãe de uma criança de 8 meses foi à Polícia Civil de Limeira (SP) e registrou boletim de ocorrência após seu filho ser internado em estado grave na UTI. A mulher, que tem 26 anos, procurou o Rápido no Ar e atribui a situação ao atendimento que recebeu no Hospital Unimed Limeira.


Ela descreveu aos policiais que no dia 18 de maio a criança apresentou febre e foi levada para a Unimed. Exames iniciais constataram suspeita de dengue, e o menino foi medicado e liberado. No dia 20 do mesmo mês, houve a confirmação que a criança estava com dengue e, então, ela foi internada. De acordo com a mãe, houve aplicação de medicamentos e ela acredita que os procedimentos tenham causado inchaço nos braços e pernas do filho.

Posteriormente, já no dia 24, a criança passou por avaliação médica e recebeu alta hospitalar, mas voltou a piorar no dia seguinte e ela foi novamente levada pela mãe até a Unimed, desta vez, com inchaço também no peito. A médica plantonista que atendeu o bebê informou que havia suspeita de infecção bacteriana, considerou o estado do menino grave e determinou a internação na UTI Pediátrica da Santa Casa, onde ele está atualmente. “Ele está entubado em estado grave”, disse a mãe.

O OUTRO LADO
A equipe do Rápido no Ar também procurou a Unimed Limeira e o hospital informou apenas que, sobre este caso, as informações e o histórico estão sendo levantados no prontuário do paciente.

Mãe vai à polícia após bebê ser internado e ter suspeita de infecção em Limeira; situação do bebê é grave

Por Denis Martins
A mãe de uma criança de 8 meses foi à Polícia Civil de Limeira (SP) e registrou boletim de ocorrência após seu filho ser internado em estado grave na UTI. A mulher, que tem 26 anos, procurou o Rápido no Ar e atribui a situação ao atendimento que recebeu no Hospital Unimed Limeira.


Ela descreveu aos policiais que no dia 18 de maio a criança apresentou febre e foi levada para a Unimed. Exames iniciais constataram suspeita de dengue, e o menino foi medicado e liberado. No dia 20 do mesmo mês, houve a confirmação que a criança estava com dengue e, então, ela foi internada. De acordo com a mãe, houve aplicação de medicamentos e ela acredita que os procedimentos tenham causado inchaço nos braços e pernas do filho.

Posteriormente, já no dia 24, a criança passou por avaliação médica e recebeu alta hospitalar, mas voltou a piorar no dia seguinte e ela foi novamente levada pela mãe até a Unimed, desta vez, com inchaço também no peito. A médica plantonista que atendeu o bebê informou que havia suspeita de infecção bacteriana, considerou o estado do menino grave e determinou a internação na UTI Pediátrica da Santa Casa, onde ele está atualmente. “Ele está entubado em estado grave”, disse a mãe.

O OUTRO LADO
A equipe do Rápido no Ar também procurou a Unimed Limeira e o hospital informou apenas que, sobre este caso, as informações e o histórico estão sendo levantados no prontuário do paciente.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!