• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Limeira perdeu 2,3 mil postos de trabalho em abril

Por Denis Martins
Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho e Emprego mostram que, em abril, Limeira (SP) perdeu 2,3 mil postos de trabalhos. Foi o primeiro mês que ficou completamente sob quarentena por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).


O número de desligamentos em Limeira foi bem superior ao número de contratações. Conforme o Caged, no mês passado ocorreram na cidade 860 admissões contra 3.178 desligamentos, resultando na perda de 2.318 postos de trabalhos.

O índice alto de desligamentos em abril derrubou o acumulado no ano para saldo negativo, ou seja, nos primeiros quatro meses de 2020 foram registradas 9.019 admissões em Limeira, contra 11.048 desligamentos (saldo -2.029 postos de trabalho).

No primeiro quadrimestre do ano passado, Limeira tinha fechado o período com saldo positivo, ou seja, criação de 1.717 postos de trabalho, puxados, principalmente, pela indústria de transformação e pelo setor de serviços.

O Ministério do Trabalho não divulgou os dados locais divididos por setores referentes ao primeiro quadrimestre de 2020.

Limeira perdeu 2,3 mil postos de trabalho em abril

Por Denis Martins
Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho e Emprego mostram que, em abril, Limeira (SP) perdeu 2,3 mil postos de trabalhos. Foi o primeiro mês que ficou completamente sob quarentena por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).


O número de desligamentos em Limeira foi bem superior ao número de contratações. Conforme o Caged, no mês passado ocorreram na cidade 860 admissões contra 3.178 desligamentos, resultando na perda de 2.318 postos de trabalhos.

O índice alto de desligamentos em abril derrubou o acumulado no ano para saldo negativo, ou seja, nos primeiros quatro meses de 2020 foram registradas 9.019 admissões em Limeira, contra 11.048 desligamentos (saldo -2.029 postos de trabalho).

No primeiro quadrimestre do ano passado, Limeira tinha fechado o período com saldo positivo, ou seja, criação de 1.717 postos de trabalho, puxados, principalmente, pela indústria de transformação e pelo setor de serviços.

O Ministério do Trabalho não divulgou os dados locais divididos por setores referentes ao primeiro quadrimestre de 2020.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!