• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Imagens de condomínios de Limeira e região poderão ajudar no combate ao crime

Por Leticia Viganó
A Polícia Militar de Limeira (SP) se reuniu hoje (19) com representantes de condomínios e associações comerciais de Limeira, Iracemápolis e Cordeirópolis para tratar sobre um convênio que permite à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) ter acesso às imagens de sistemas de monitoramento. A ideia é que, o compartilhamento instantâneo, ajude no combate ao crime e na identificação de infratores.

A reunião ocorreu no 36º Batalhão da PM e, na ocasião, foi apresentado aos representantes o funcionamento do Sistema Detecta, que é gerido pelo Estado. Trata-se de um sistema que incluiu monitoramento com câmeras e compartilhamento de dados entre as forças policiais estaduais em tempo real, além de reunir e arquivar informações de ocorrências policiais, chamadas policiais e dados de pessoas.

Foi explicado aos convidados que a proposta é que cada condomínio disponibilize imagens capturadas pela câmera da frente do empreendimento, que façam leitura de placas dos automóveis. Desta forma, quando houver veículos com queixas de furto, roubo ou envolvido em algum crime, imediatamente a central da PM será comunicada ou a informação será transmitida em tempo real para as viaturas, por meio dos tablets.

A proposta foi apresentada aos representantes e, para que seja colocada em prática, é necessário que seja estabelecido um convênio entre os empreendimentos e o Estado.

Imagens de condomínios de Limeira e região poderão ajudar no combate ao crime

Por Leticia Viganó
A Polícia Militar de Limeira (SP) se reuniu hoje (19) com representantes de condomínios e associações comerciais de Limeira, Iracemápolis e Cordeirópolis para tratar sobre um convênio que permite à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) ter acesso às imagens de sistemas de monitoramento. A ideia é que, o compartilhamento instantâneo, ajude no combate ao crime e na identificação de infratores.

A reunião ocorreu no 36º Batalhão da PM e, na ocasião, foi apresentado aos representantes o funcionamento do Sistema Detecta, que é gerido pelo Estado. Trata-se de um sistema que incluiu monitoramento com câmeras e compartilhamento de dados entre as forças policiais estaduais em tempo real, além de reunir e arquivar informações de ocorrências policiais, chamadas policiais e dados de pessoas.

Foi explicado aos convidados que a proposta é que cada condomínio disponibilize imagens capturadas pela câmera da frente do empreendimento, que façam leitura de placas dos automóveis. Desta forma, quando houver veículos com queixas de furto, roubo ou envolvido em algum crime, imediatamente a central da PM será comunicada ou a informação será transmitida em tempo real para as viaturas, por meio dos tablets.

A proposta foi apresentada aos representantes e, para que seja colocada em prática, é necessário que seja estabelecido um convênio entre os empreendimentos e o Estado.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!