• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Flagrado com quase 5 kg de drogas em Limeira, homem diz que precisava de dinheiro por causa da pandemia

Por Denis Martins
A Polícia Civil de Limeira (SP), por meio da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) e do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), turou de circulação na última semana cerca de cinco quilos de entorpecentes, a maior parte deles maconha. O flagrante ocorreu no Parque Nossa Senhora das Dores, próximo de uma escola pública, e um homem foi preso.


Antes do flagrante, a Polícia Civil recebeu uma denúncia anônima e o denunciante apontou que num imóvel na Rua Antonio Paes Barbosa o morador armazenava drogas. O delegado Siddhartha Carneiro Leão, titular da Dise, pediu à Justiça mandado de busca e apreensão. O documento foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Limeira e os policiais foram até a residência amparados pela ordem judicial.

Na casa, foram recebidos por um morador que é irmão do denunciado. O alvo dos policiais dormia num cômodo aos fundos e foi identificado como o pintor L. A. D., de 34 anos. Questionado sobre a possibilidade de ele guardar drogas, o rapaz confessou que guardava maconha num recipiente de plástico numa cômoda. No entanto, uma mochila de cor preta no chão chamou a atenção dos policiais, que a pegaram para vistoriá-la.

Dentro da mochila, havia quatro tabletes grandes de maconha e um quinto já partido. Outras 15 porções menores de cocaína também foram apreendidas, resultando em quase cinco quilos de entorpecentes tirados de circulação. Também foram apreendidos balança digital e rolo de plástico para embalar drogas.

L. confessou que a droga lhe pertencia e alegou que precisava de dinheiro por conta da pandemia. O rapaz foi apresentado na Dise, autuado em flagrante e preso. As drogas foram apreendidas.

Flagrado com quase 5 kg de drogas em Limeira, homem diz que precisava de dinheiro por causa da pandemia

Por Denis Martins
A Polícia Civil de Limeira (SP), por meio da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) e do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), turou de circulação na última semana cerca de cinco quilos de entorpecentes, a maior parte deles maconha. O flagrante ocorreu no Parque Nossa Senhora das Dores, próximo de uma escola pública, e um homem foi preso.


Antes do flagrante, a Polícia Civil recebeu uma denúncia anônima e o denunciante apontou que num imóvel na Rua Antonio Paes Barbosa o morador armazenava drogas. O delegado Siddhartha Carneiro Leão, titular da Dise, pediu à Justiça mandado de busca e apreensão. O documento foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Limeira e os policiais foram até a residência amparados pela ordem judicial.

Na casa, foram recebidos por um morador que é irmão do denunciado. O alvo dos policiais dormia num cômodo aos fundos e foi identificado como o pintor L. A. D., de 34 anos. Questionado sobre a possibilidade de ele guardar drogas, o rapaz confessou que guardava maconha num recipiente de plástico numa cômoda. No entanto, uma mochila de cor preta no chão chamou a atenção dos policiais, que a pegaram para vistoriá-la.

Dentro da mochila, havia quatro tabletes grandes de maconha e um quinto já partido. Outras 15 porções menores de cocaína também foram apreendidas, resultando em quase cinco quilos de entorpecentes tirados de circulação. Também foram apreendidos balança digital e rolo de plástico para embalar drogas.

L. confessou que a droga lhe pertencia e alegou que precisava de dinheiro por conta da pandemia. O rapaz foi apresentado na Dise, autuado em flagrante e preso. As drogas foram apreendidas.
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!