• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Dia 'vira noite' e temporal atinge SP deixando capital em estado de atenção

Por Redação Rápido no Ar

Uma forte chuva atingiu São Paulo na manhã desta sexta-feira (9) e deixou a capital paulista em estado de atenção para alagamentos, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. Por volta das 9h45, a Defesa Civil alerta também para pancadas fortes com ventos e raios em outras regiões do Estado: São Sebastião, Ilhabela, Campos do Jordão, Sarapuí, Miguel Arcanjo, Ubatuba, Sorocaba, Barra do Chapéu, Itapevi, São Lourenço da Serra e Campinas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, após o início das chuvas, desde 0h até 8h da manhã, a corporação recebeu 11 solicitações de queda de árvores. Desmoronamentos, desabamentos ou alagamentos não foram registrados.

Previsão para o feriado

A chegada de uma frente fria ao litoral paulista na quinta-feira (8), interrompeu os efeitos da forte onda de calor que se espalhou pelo Estado de São Paulo. O grande aumento da nebulosidade, a chuva e a entrada de ventos frios reduziram finalmente as altas temperaturas.

Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o termômetro na capital baixou para o patamar de 29°C, depois de alcançar a 37,3°C na tarde de quarta-feira, 7 - a terceira maior temperatura já registrada pelo Inmet na cidade em 77 anos de medições. No interior, os termômetros finalmente saíram dos 40°C, depois de 12 dias consecutivos com temperaturas acima desta marca em amplas áreas do centro, oeste e norte do Estado.

Dentro desta onda de calor, a maior temperatura na capital foi de 37,4°C no dia 2, que passou a ser a segunda maior temperatura já registrada no Mirante de Santana, na zona norte da cidade. A temperatura de 43,5°C foi registrada em Lins, na última quarta, e é agora o recorde absoluto de calor no Estado de São Paulo, superando a marca de 43°C de Iguape, em fevereiro de 1933.

De acordo com a Climatempo, a presença da frente fria e o intenso calor formaram áreas de instabilidade e deixaram muitas nuvens sobre o Estado nesta sexta. Além das fortes chuvas desta manhã, há previsão para mais pancadas à tarde e à noite.

No litoral, o tempo fica instável o dia todo, com predomínio de céu nublado e chuva frequente. A situação é de atenção, alerta o Climatempo, porque a chuva no litoral pode ser moderada a persistente por várias horas, podendo ocasionar até bolsões de alagamento nos municípios da região.

Ainda faz calor nesta sexta, com sensação de abafamento, mas a temperatura já não passa mais a marca dos 40°C como nos últimos 12 dias.

Durante o fim de semana, as áreas de instabilidade enfraquecem sobre o Estado e a maioria das regiões não terá chuva forte. Na manhã de sábado ainda chove no litoral norte, na Mantiqueira e nas áreas do Vale do Paraíba. A chuva ocorre com fraca a moderada intensidade.

Na capital, o cenário de sexta se repete. Céu encoberto, períodos com garoa e pequena amplitude térmica. O CGE informou que a mínima será de 16°C e máxima, de 22°C. Na Grande São Paulo, na Baixada Santista, no litoral sul e no Vale do Ribeira, o dia começa encoberto e até com garoa, mas aos poucos o sol aparece, entre muitas nuvens, mas não chove. Nas demais regiões do interior de São Paulo, o sábado é com sol e algumas nuvens, mas sem chuva. A presença de ventos frios de origem polar vão inibir o aquecimento do ar.

Já o domingo será com predomínio de sol no Estado. Durante a tarde podem ocorrer pancadas de chuva isoladas nas áreas do Vale do Paraíba e litoral, com risco de temporais isolados nas regiões que fazem divisa com Minas Gerais e o Rio De Janeiro. Na Grande São Paulo, o domingo tem períodos com sol, muitas nuvens e temperatura amena.

Dia 'vira noite' e temporal atinge SP deixando capital em estado de atenção

Por Redação Rápido no Ar

Uma forte chuva atingiu São Paulo na manhã desta sexta-feira (9) e deixou a capital paulista em estado de atenção para alagamentos, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. Por volta das 9h45, a Defesa Civil alerta também para pancadas fortes com ventos e raios em outras regiões do Estado: São Sebastião, Ilhabela, Campos do Jordão, Sarapuí, Miguel Arcanjo, Ubatuba, Sorocaba, Barra do Chapéu, Itapevi, São Lourenço da Serra e Campinas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, após o início das chuvas, desde 0h até 8h da manhã, a corporação recebeu 11 solicitações de queda de árvores. Desmoronamentos, desabamentos ou alagamentos não foram registrados.

Previsão para o feriado

A chegada de uma frente fria ao litoral paulista na quinta-feira (8), interrompeu os efeitos da forte onda de calor que se espalhou pelo Estado de São Paulo. O grande aumento da nebulosidade, a chuva e a entrada de ventos frios reduziram finalmente as altas temperaturas.

Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o termômetro na capital baixou para o patamar de 29°C, depois de alcançar a 37,3°C na tarde de quarta-feira, 7 - a terceira maior temperatura já registrada pelo Inmet na cidade em 77 anos de medições. No interior, os termômetros finalmente saíram dos 40°C, depois de 12 dias consecutivos com temperaturas acima desta marca em amplas áreas do centro, oeste e norte do Estado.

Dentro desta onda de calor, a maior temperatura na capital foi de 37,4°C no dia 2, que passou a ser a segunda maior temperatura já registrada no Mirante de Santana, na zona norte da cidade. A temperatura de 43,5°C foi registrada em Lins, na última quarta, e é agora o recorde absoluto de calor no Estado de São Paulo, superando a marca de 43°C de Iguape, em fevereiro de 1933.

De acordo com a Climatempo, a presença da frente fria e o intenso calor formaram áreas de instabilidade e deixaram muitas nuvens sobre o Estado nesta sexta. Além das fortes chuvas desta manhã, há previsão para mais pancadas à tarde e à noite.

No litoral, o tempo fica instável o dia todo, com predomínio de céu nublado e chuva frequente. A situação é de atenção, alerta o Climatempo, porque a chuva no litoral pode ser moderada a persistente por várias horas, podendo ocasionar até bolsões de alagamento nos municípios da região.

Ainda faz calor nesta sexta, com sensação de abafamento, mas a temperatura já não passa mais a marca dos 40°C como nos últimos 12 dias.

Durante o fim de semana, as áreas de instabilidade enfraquecem sobre o Estado e a maioria das regiões não terá chuva forte. Na manhã de sábado ainda chove no litoral norte, na Mantiqueira e nas áreas do Vale do Paraíba. A chuva ocorre com fraca a moderada intensidade.

Na capital, o cenário de sexta se repete. Céu encoberto, períodos com garoa e pequena amplitude térmica. O CGE informou que a mínima será de 16°C e máxima, de 22°C. Na Grande São Paulo, na Baixada Santista, no litoral sul e no Vale do Ribeira, o dia começa encoberto e até com garoa, mas aos poucos o sol aparece, entre muitas nuvens, mas não chove. Nas demais regiões do interior de São Paulo, o sábado é com sol e algumas nuvens, mas sem chuva. A presença de ventos frios de origem polar vão inibir o aquecimento do ar.

Já o domingo será com predomínio de sol no Estado. Durante a tarde podem ocorrer pancadas de chuva isoladas nas áreas do Vale do Paraíba e litoral, com risco de temporais isolados nas regiões que fazem divisa com Minas Gerais e o Rio De Janeiro. Na Grande São Paulo, o domingo tem períodos com sol, muitas nuvens e temperatura amena.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!