• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Deic prende seis envolvidos em roubos de carga

Por Redação Rápido no Ar
A Polícia Civil deteve, nesta quinta-feira (13) seis pessoas envolvidas em roubo de cargas. As prisões foram realizadas, após seis meses de investigações, durante cumprimentos de mandados de prisão de busca e apreensão na capital e nas cidades de Guarulhos e Arujá, na Grande São Paulo.

As apurações foram realizadas por agentes da 2ª Delegacia da Divisão da Divisão de Investigações Sobre Crimes Contra o Patrimônio (Disccpat), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que investigavam o grupo que atuava com fogo em cargas de caminhões.

“Algumas vítimas eram escolhidas por oportunidade, outras por que os suspeitos tinham conhecimento de carga, data, hora e informações privilegiadas sobre carregamento de caminhões e transbordo de carga”, explicou o delegado Fabio Sanches Sandrin, responsável pelo inquérito.


 

As investigações permitiram a identificação de um dos integrantes da quadrilha. “Apuramos com quem ele se relacionava, quem eram os seus contatos e com quem agia. Após identificarmos os demais, pedimos os mandados de busca e de prisão temporária e deflagramos a ação”, afirmou Sandrin.

De acordo com o delegado, eles praticavam os roubos no entroncamento de rodovias, próximo à capital e Guarulhos. Posteriormente, com o dinheiro da venda dessas mercadorias, eles investiam no tráfico de drogas, diversificando os negócios e tentando se manter nessa atividade paralela.



Outros quatro suspeitos já haviam sido presos ao longo das investigações. Além disso, ainda foram apreendidos pelo menos cinco veículos e uma moto aquática, que eram utilizados pelo grupo. Todos os envolvidos que foram indiciados respondem por roubo e organização criminosa.

Deic prende seis envolvidos em roubos de carga

Por Redação Rápido no Ar
A Polícia Civil deteve, nesta quinta-feira (13) seis pessoas envolvidas em roubo de cargas. As prisões foram realizadas, após seis meses de investigações, durante cumprimentos de mandados de prisão de busca e apreensão na capital e nas cidades de Guarulhos e Arujá, na Grande São Paulo.

As apurações foram realizadas por agentes da 2ª Delegacia da Divisão da Divisão de Investigações Sobre Crimes Contra o Patrimônio (Disccpat), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que investigavam o grupo que atuava com fogo em cargas de caminhões.

“Algumas vítimas eram escolhidas por oportunidade, outras por que os suspeitos tinham conhecimento de carga, data, hora e informações privilegiadas sobre carregamento de caminhões e transbordo de carga”, explicou o delegado Fabio Sanches Sandrin, responsável pelo inquérito.


 

As investigações permitiram a identificação de um dos integrantes da quadrilha. “Apuramos com quem ele se relacionava, quem eram os seus contatos e com quem agia. Após identificarmos os demais, pedimos os mandados de busca e de prisão temporária e deflagramos a ação”, afirmou Sandrin.

De acordo com o delegado, eles praticavam os roubos no entroncamento de rodovias, próximo à capital e Guarulhos. Posteriormente, com o dinheiro da venda dessas mercadorias, eles investiam no tráfico de drogas, diversificando os negócios e tentando se manter nessa atividade paralela.



Outros quatro suspeitos já haviam sido presos ao longo das investigações. Além disso, ainda foram apreendidos pelo menos cinco veículos e uma moto aquática, que eram utilizados pelo grupo. Todos os envolvidos que foram indiciados respondem por roubo e organização criminosa.

INSTAGRAM

Loading interface...
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!