• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Cuidados mais importantes com os animais na primavera

Por Redação Rápido no Ar

Não é só o inverno que exige cuidados com os animais. Apesar de a temperatura subir e o clima ficar mais agradável a partir do mês de setembro, a primavera tem particularidades que devem ser observadas.

Criador de cães da raça American Staffordshire Terrier e dono do Canil Toca do Jalapão, Luiz Manoel de Amorim Nogueira Júnior lembra que nesta época se intensificam os passeios ao ar livre com os pets. Por isso, alguns cuidados devem ser redobrados. Mas afinal, o que os donos devem observar em relação aos animais na chegada da primavera?

Pulgas e carrapatos
Com o aumento da temperatura, pulgas e carrapatos começam a se proliferar em maior quantidade. Este fator, aliado ao aumento na frequência de passeios na rua, faz com que os animais fiquem mais vulneráveis a estes micro-organismos que podem causar problemas na saúde deles e dos donos.

Por isso, a dica é não descuidar e manter os pets sempre em dia com os produtos antipulgas e anticarrapatos (coleiras, remédios, shampoos etc.), além da vacinação. Outro cuidado importante é aumentar a frequência de limpeza da casa para eliminar de vez os parasitas

Tosa e escovação
Temperaturas mais altas também exigem mais cuidados com a tosa dos bichinhos para que eles não sofram de calor em excesso. Em algumas raças específicas, a primavera também é o período de troca de pelagem. É quando os donos começam a notar mais pelos nas roupas, no sofá, no chão e em todos os cantos da casa.

Por isso, a recomendação é escovar frequentemente o animal (pelo menos uma vez ao dia) para eliminar os pelos soltos e evitar este inconveniente. No banho, o ideal é preferir temperaturas mornas. Além da possibilidade de machucar o cão, a água quente ajuda a ressecar os pelos

Hidratação e alimentação
Nada de dar muita comida para o animal. Principalmente perto da chegada do verão, o ideal é diminuir e fracionar as porções, já que elas serão melhor digeridas pelo organismo do cão. Lembrando também que os cuidados com a hidratação devem ser redobrados quando os dias estiverem mais quentes, secos e ensolarados.

Luiz Amorim diz que é recomendado ter sempre uma garrafa com água fresca para o pet beber durante os passeios e também espalhar vasilhas de água em vários cômodos da casa.

Cuidados mais importantes com os animais na primavera

Por Redação Rápido no Ar

Não é só o inverno que exige cuidados com os animais. Apesar de a temperatura subir e o clima ficar mais agradável a partir do mês de setembro, a primavera tem particularidades que devem ser observadas.

Criador de cães da raça American Staffordshire Terrier e dono do Canil Toca do Jalapão, Luiz Manoel de Amorim Nogueira Júnior lembra que nesta época se intensificam os passeios ao ar livre com os pets. Por isso, alguns cuidados devem ser redobrados. Mas afinal, o que os donos devem observar em relação aos animais na chegada da primavera?

Pulgas e carrapatos
Com o aumento da temperatura, pulgas e carrapatos começam a se proliferar em maior quantidade. Este fator, aliado ao aumento na frequência de passeios na rua, faz com que os animais fiquem mais vulneráveis a estes micro-organismos que podem causar problemas na saúde deles e dos donos.

Por isso, a dica é não descuidar e manter os pets sempre em dia com os produtos antipulgas e anticarrapatos (coleiras, remédios, shampoos etc.), além da vacinação. Outro cuidado importante é aumentar a frequência de limpeza da casa para eliminar de vez os parasitas

Tosa e escovação
Temperaturas mais altas também exigem mais cuidados com a tosa dos bichinhos para que eles não sofram de calor em excesso. Em algumas raças específicas, a primavera também é o período de troca de pelagem. É quando os donos começam a notar mais pelos nas roupas, no sofá, no chão e em todos os cantos da casa.

Por isso, a recomendação é escovar frequentemente o animal (pelo menos uma vez ao dia) para eliminar os pelos soltos e evitar este inconveniente. No banho, o ideal é preferir temperaturas mornas. Além da possibilidade de machucar o cão, a água quente ajuda a ressecar os pelos

Hidratação e alimentação
Nada de dar muita comida para o animal. Principalmente perto da chegada do verão, o ideal é diminuir e fracionar as porções, já que elas serão melhor digeridas pelo organismo do cão. Lembrando também que os cuidados com a hidratação devem ser redobrados quando os dias estiverem mais quentes, secos e ensolarados.

Luiz Amorim diz que é recomendado ter sempre uma garrafa com água fresca para o pet beber durante os passeios e também espalhar vasilhas de água em vários cômodos da casa.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!