• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Criminosos invadem o Cejusc de Limeira e levam celular e gás de pimenta de vigilante

Por Roxane Regly
Criminosos invadiram o prédio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, o Cejusc, no Centro de Limeira (SP), no início da noite de segunda-feira (6). A invasão aconteceu pelo teto do prédio, que fica na Rua Barão de Campinas, e vários pontos foram danificados pelos bandidos.



A Guarda Civil Municipal (GCM) foi chamada ao local pelo diretor do Cejusc, Maurício José Massaro, que esteve no local e percebeu a invasão ao encontrar diversos objetos revirados no interior do prédio.

Os GCMs Marcelino e Carvalho relataram no registro da ocorrência que o forro do imóvel ficou destruído. Os indivíduos teriam acessado o interior do prédio estourando um cadeado e então abrindo uma grande grade de ferro.

No interior do Cejusc foram estouradas janelas para acesso às salas, inclusive uma sala de vigilância. Desta sala foi levado um celular da empresa de segurança e também um frasco de gás de pimenta que estavam guardados dentro de um armário. Os objetos pertenciam a um vigilante.

A Polícia Civil esteve no local para dar início às investigações do caso. Curiosamente, uma carteira de trabalho e um crachá desconhecidos foram encontrados em meio aos objetos revirados. Eles foram apreendidos para compor o processo de investigação.

Criminosos invadem o Cejusc de Limeira e levam celular e gás de pimenta de vigilante

Por Roxane Regly
Criminosos invadiram o prédio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, o Cejusc, no Centro de Limeira (SP), no início da noite de segunda-feira (6). A invasão aconteceu pelo teto do prédio, que fica na Rua Barão de Campinas, e vários pontos foram danificados pelos bandidos.



A Guarda Civil Municipal (GCM) foi chamada ao local pelo diretor do Cejusc, Maurício José Massaro, que esteve no local e percebeu a invasão ao encontrar diversos objetos revirados no interior do prédio.

Os GCMs Marcelino e Carvalho relataram no registro da ocorrência que o forro do imóvel ficou destruído. Os indivíduos teriam acessado o interior do prédio estourando um cadeado e então abrindo uma grande grade de ferro.

No interior do Cejusc foram estouradas janelas para acesso às salas, inclusive uma sala de vigilância. Desta sala foi levado um celular da empresa de segurança e também um frasco de gás de pimenta que estavam guardados dentro de um armário. Os objetos pertenciam a um vigilante.

A Polícia Civil esteve no local para dar início às investigações do caso. Curiosamente, uma carteira de trabalho e um crachá desconhecidos foram encontrados em meio aos objetos revirados. Eles foram apreendidos para compor o processo de investigação.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!