• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Criança de 8 anos é abusada durante obra na casa da família em Limeira

Por Redação Rápido no Ar
A mãe de uma menina, de 8 anos, denunciou um conhecido da família por ter abusado sexualmente de sua filha. A criança contou o fato para a mãe na noite de sexta-feira (29), quando na verdade o abuso teria começado cerca de 20 dias atrás.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o homem participou de uma obra na casa da família. Ele teria praticado atos libidinosos contra a menina durante os 10 dias que duraram a obra. O indicado pela criança como autor do crime teria 51 anos e foi identificado no registro do BO.

Segundo a mãe da menina, a filha disse não ter contado antes a ocorrência pois temia que seu pai fosse preso por fazer algo contra o acusado. No sábado (30) o homem teria ficado sabendo que a criança o denunciou e passou a enviar mensagens em texto e em áudio ao celular da mãe, pedindo que a família não procurasse a polícia.

A criança passou por atendimento médico e o caso foi encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher. O caso, que é tratado como estupro de vulnerável, será acompanhado pela delegacia especializada.

Criança de 8 anos é abusada durante obra na casa da família em Limeira

Por Redação Rápido no Ar
A mãe de uma menina, de 8 anos, denunciou um conhecido da família por ter abusado sexualmente de sua filha. A criança contou o fato para a mãe na noite de sexta-feira (29), quando na verdade o abuso teria começado cerca de 20 dias atrás.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o homem participou de uma obra na casa da família. Ele teria praticado atos libidinosos contra a menina durante os 10 dias que duraram a obra. O indicado pela criança como autor do crime teria 51 anos e foi identificado no registro do BO.

Segundo a mãe da menina, a filha disse não ter contado antes a ocorrência pois temia que seu pai fosse preso por fazer algo contra o acusado. No sábado (30) o homem teria ficado sabendo que a criança o denunciou e passou a enviar mensagens em texto e em áudio ao celular da mãe, pedindo que a família não procurasse a polícia.

A criança passou por atendimento médico e o caso foi encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher. O caso, que é tratado como estupro de vulnerável, será acompanhado pela delegacia especializada.

INSTAGRAM

Loading interface...
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!