• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Comércio de Limeira ficará fechado até dia 14 de julho devido a pandemia de coronavírus

Por Denis Martins
Comerciantes de Limeira (SP), cujas atividades não consideradas essenciais, deverão permanecer com seus estabelecimentos fechados até o dia 14 de julho. O decreto da Prefeitura de Limeira que tirou a flexibilização do comércio, publicado na semana passada, apontava que o fechamento seria até o dia 5 (próximo domingo), mas, com a oficialização do Estado que colocou a região de Piracicaba na fase vermelha, a flexibilização do comércio não pode ocorrer antes do dia 14.


Em entrevista hoje no programa Conexão no Ar (veja a íntegra ao final do texto), o prefeito Mario Botion confirmou a informação e citou que a medida já estava prevista no decreto municipal da semana passada. “No decreto, estava previsto que, após o término do prazo, Limeira retornaria à fase prevista pelo Estado”, pontuou.

Botion se referiu ao segundo artigo do decreto publicado na semana passada: “Vencido o período de suspensão previsto no artigo 1º, a flexibilização retornará à fase que for fixada pelo Governo do Estado de São Paulo, previsto para região que está incluído o Município de Limeira, para o período respectivo.”

Nas avaliações, o Estado considera os impactos da pandemia de coronavírus em cada região, como número de pessoas com a doença, volume de óbitos e leitos disponíveis.

Comércio de Limeira ficará fechado até dia 14 de julho devido a pandemia de coronavírus

Por Denis Martins
Comerciantes de Limeira (SP), cujas atividades não consideradas essenciais, deverão permanecer com seus estabelecimentos fechados até o dia 14 de julho. O decreto da Prefeitura de Limeira que tirou a flexibilização do comércio, publicado na semana passada, apontava que o fechamento seria até o dia 5 (próximo domingo), mas, com a oficialização do Estado que colocou a região de Piracicaba na fase vermelha, a flexibilização do comércio não pode ocorrer antes do dia 14.


Em entrevista hoje no programa Conexão no Ar (veja a íntegra ao final do texto), o prefeito Mario Botion confirmou a informação e citou que a medida já estava prevista no decreto municipal da semana passada. “No decreto, estava previsto que, após o término do prazo, Limeira retornaria à fase prevista pelo Estado”, pontuou.

Botion se referiu ao segundo artigo do decreto publicado na semana passada: “Vencido o período de suspensão previsto no artigo 1º, a flexibilização retornará à fase que for fixada pelo Governo do Estado de São Paulo, previsto para região que está incluído o Município de Limeira, para o período respectivo.”

Nas avaliações, o Estado considera os impactos da pandemia de coronavírus em cada região, como número de pessoas com a doença, volume de óbitos e leitos disponíveis.

INSTAGRAM

Loading interface...
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!