Candidatos que não quiseram mais realizar prova do concurso público de Limeira não terão direito a ressarcimento, afirma gestora

Em entrevista ao vivo nos estúdios do Rápido no Ar na noite desta quinta (6), a gestora de projeto do Instituto Águia, responsável pelo concurso público 01/2019 da Prefeitura de Limeira, Bárbara Rocha, afirmou que candidatos que tiveram a prova suspensa no último domingo (2) e não quiserem realizar a nova prova, marcada para o dia 8 de março, não terão o direito ao ressarcimento do valor pago.

Após vários leitores do Rápido no Ar questionarem sobre o ressarcimento, a gestora deixou claro que devido a prova não ter sido cancelada e sim suspensa, o Instituto não tem obrigação de devolver o valor, e que isso estaria apontado no edital.

PROVA SUSPENSAS
Segundo Barbara, a decisão de suspensão da prova foi tomada pela empresa pelo fato de ter ocorrido atraso na entrega da alimentação dos fiscais no domingo.

O atraso teria ocorrido por parte da empresa contratada para produção e entrega de alimentação, fazendo com que vários fiscais se evadissem dos locais de provas.

Assista o programa completo:

Compartilhe!