• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Cachorrinha abandonada às margens de Rodovia é resgatada e adotada por policial no interior de SP

Por Marcelo Alixandre
Uma história que teria tudo para ser mais uma daquelas com final triste e revoltante envolvendo maus tratos de animais, desta vez teve um desfecho feliz. Uma pequena cachorrinha que foi abandonada às margens da Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo, conhecida como Rodovia da Integração (SP-563), entre Tupi Paulista (SP) e Dracena (SP), e estava prestes a morrer, foi resgatada pela Polícia Militar e o melhor, adotada por um dos policiais.

Segundo a Polícia Militar, no último domingo (4), um produtor rural que passava pelo local percebeu algo estranho às margens da Rodovia e parou para ver o que era. Verificou que se tratava de um animal, mas não conseguiu ajudá-lo, uma vez que o bicho estava muito arisco e não permitia ser tocado. Diante da dificuldade, o homem ligou para o Corpo de Bombeiros, que lhe instruiu a acionar a PM.

Ao chegarem no local indicado, os policiais encontraram a cachorrinha amarrada em um fio e presa dentro de um saco de ráfia. Ela ainda tinha conseguido rasgar um pedaço do saco e colocado a cabeça para fora.



O animalzinho estava assustado e agressivo devido ao estado em que se encontrava, abandonado para morrer.

Com todo o cuidado, os policiais conseguiram retirá-la do saco, constatando que se tratava de uma fêmea. Ela se encontrava muito debilitada e não conseguia se levantar. “Provavelmente por ter passado toda a noite exposta ao frio intenso que se registrou”, informou a Polícia Militar em nota oficial.

De acordo com a PM, o chamado foi registrado no sistema às 7h31 de domingo (4). Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que, entre 7h e 8h, a estação meteorológica de Dracena registrou temperaturas mínimas entre 10,2°C e 11,1°C na região.

Durante o atendimento da ocorrência, a equipe policial composta pelos cabos Barberino e Rossaneli encostou no local. Comovido com a situação do animal, Barberino, tirou sua jaqueta e cobriu a cachorrinha.

Com o passar do tempo, ela foi se esquentando e acalmando. O Corpo de Bombeiros e uma ONG de Dracena, que cuida de animais abandonados, foram acionados e a cachorrinha foi levada para uma clínica veterinária, onde recebeu os cuidados necessários.
Policiais militares que realizaram o resgate - Foto: Polícia Militar/Divulgação

A pequena, que recebeu o nome de Vitória, além de ser salva, ganhou um lar e um final feliz para sua história. O cabo da Polícia Militar Fabiano Henrique Vello Rossanelli, que prestou apoio ao atendimento, conversou com sua esposa e o casal, sensibilizado com a situação, acabou adotando a Vitória.

Em entrevista, o Cabo relatou que esse é o primeiro atendimento de animal em situação de abandono no qual trabalhou. “Como uma pessoa dessa [que abandonou] dorme à noite?”, questionou o militar.
Veterinário, integrante de ONG e o cabo Rossaneli - Foto: Polícia Militar/Divulgação

A Vitória ainda passa por cuidados veterinários, mas nesta terça-feira (6), deve ir para o seu novo lar.
Cabo Barberino colocou sua jaqueta sobre Vitória - Foto: Polícia Militar/Divulgação

A ocorrência foi atendida pelos soldados Rodrigo Fernando Nascimento de Souza e Mailson Brito Meneghini e pelos cabos Paulo Barberino Filho e Fabiano Henrique Vello Rossaneli.

A ilustradora Gisele Daminelli, de Santa Catarina (SC), inspirada pela ocorrência, desenhou a cena:
Ver essa foto no Instagram

????❤???????????????? PMESP #pmesp #dog

Uma publicação compartilhada por Gisele Daminelli (@giseledaminelli) em


Cachorrinha abandonada às margens de Rodovia é resgatada e adotada por policial no interior de SP

Por Marcelo Alixandre
Uma história que teria tudo para ser mais uma daquelas com final triste e revoltante envolvendo maus tratos de animais, desta vez teve um desfecho feliz. Uma pequena cachorrinha que foi abandonada às margens da Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo, conhecida como Rodovia da Integração (SP-563), entre Tupi Paulista (SP) e Dracena (SP), e estava prestes a morrer, foi resgatada pela Polícia Militar e o melhor, adotada por um dos policiais.

Segundo a Polícia Militar, no último domingo (4), um produtor rural que passava pelo local percebeu algo estranho às margens da Rodovia e parou para ver o que era. Verificou que se tratava de um animal, mas não conseguiu ajudá-lo, uma vez que o bicho estava muito arisco e não permitia ser tocado. Diante da dificuldade, o homem ligou para o Corpo de Bombeiros, que lhe instruiu a acionar a PM.

Ao chegarem no local indicado, os policiais encontraram a cachorrinha amarrada em um fio e presa dentro de um saco de ráfia. Ela ainda tinha conseguido rasgar um pedaço do saco e colocado a cabeça para fora.



O animalzinho estava assustado e agressivo devido ao estado em que se encontrava, abandonado para morrer.

Com todo o cuidado, os policiais conseguiram retirá-la do saco, constatando que se tratava de uma fêmea. Ela se encontrava muito debilitada e não conseguia se levantar. “Provavelmente por ter passado toda a noite exposta ao frio intenso que se registrou”, informou a Polícia Militar em nota oficial.

De acordo com a PM, o chamado foi registrado no sistema às 7h31 de domingo (4). Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que, entre 7h e 8h, a estação meteorológica de Dracena registrou temperaturas mínimas entre 10,2°C e 11,1°C na região.

Durante o atendimento da ocorrência, a equipe policial composta pelos cabos Barberino e Rossaneli encostou no local. Comovido com a situação do animal, Barberino, tirou sua jaqueta e cobriu a cachorrinha.

Com o passar do tempo, ela foi se esquentando e acalmando. O Corpo de Bombeiros e uma ONG de Dracena, que cuida de animais abandonados, foram acionados e a cachorrinha foi levada para uma clínica veterinária, onde recebeu os cuidados necessários.
Policiais militares que realizaram o resgate - Foto: Polícia Militar/Divulgação

A pequena, que recebeu o nome de Vitória, além de ser salva, ganhou um lar e um final feliz para sua história. O cabo da Polícia Militar Fabiano Henrique Vello Rossanelli, que prestou apoio ao atendimento, conversou com sua esposa e o casal, sensibilizado com a situação, acabou adotando a Vitória.

Em entrevista, o Cabo relatou que esse é o primeiro atendimento de animal em situação de abandono no qual trabalhou. “Como uma pessoa dessa [que abandonou] dorme à noite?”, questionou o militar.
Veterinário, integrante de ONG e o cabo Rossaneli - Foto: Polícia Militar/Divulgação

A Vitória ainda passa por cuidados veterinários, mas nesta terça-feira (6), deve ir para o seu novo lar.
Cabo Barberino colocou sua jaqueta sobre Vitória - Foto: Polícia Militar/Divulgação

A ocorrência foi atendida pelos soldados Rodrigo Fernando Nascimento de Souza e Mailson Brito Meneghini e pelos cabos Paulo Barberino Filho e Fabiano Henrique Vello Rossaneli.

A ilustradora Gisele Daminelli, de Santa Catarina (SC), inspirada pela ocorrência, desenhou a cena:
Ver essa foto no Instagram

????❤???????????????? PMESP #pmesp #dog

Uma publicação compartilhada por Gisele Daminelli (@giseledaminelli) em


  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!