• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

2020 ou 2021: quando começa realmente a nova década?

Por Marcelo Alixandre
O ano mal começou e já entramos em uma polêmica, afinal a nova década terminou com 2019 ou ainda temos mais um ano pela frente? Nas redes sociais, vários usuários estão se despedindo da década, mas há aqueles que ainda acham que têm mais um ano pela frente. Afinal, a coisa não é bem assim.

Essa é uma confusão que inundou as redes sociais no mês de dezembro e envolveu até especialistas matemáticos e físicos para tentar esclarecer a questão. Em dezembro, um usuário do Twitter perguntou à Real Academia Espanhola (RAE), que é a tuteladora oficial da língua castelhana, como a nossa Academia Brasileira de Letras, e ela respondeu que a nova década começa na realidade em 2021, porque "cada década começa em um ano acabado em 1 e termina em um ano acabado em 0".

"Assim, a primeira década do século 21 é a que vai de 2001 a 2010; a segunda, de 2011 a 2020, etc", completou, citando o Dicionário Panhispânico de Dúvidas.

A resposta não agradou a todos os usuários que participaram da encalorada discussão no Twitter. "Vivi uma mentira a vida inteira", escreveu uma usuária. "Então, todo mundo errou ao celebrar o novo milênio em 2000", publicou outro.

Essa confusão também aconteceu na virada do século e do milênio, quando as pessoas estavam em dúvida se aconteceria em 2000 ou 2001.
O esclarecimento da RAE coincide com a explicação matemática.

"A RAE deixa bastante claro e é uma questão matemática. A década não começa com o ano 0. Começa a contar a partir do ano 1", disse Eugenio Manuel Fernández Aguilar, físico espanhol em entrevista à rede BBC.

"Se contarmos para trás, temos o -1, então pulamos o ano 0. Ao pularmos o ano 0, se contarmos 10, vamos de 1 ao 10, não de 1 a 9. Então, uma década termina em 10. E a segunda década é do ano 11 ao 20", afirma.

Cada uma das 10 décadas de cada século começa em um ano acabado em 1 e termina em um ano acabado em 0; assim, a primeira década do século 20 é a que vai de 1901 a 1910; a segunda, de 1911 a 1920; a terceira, de 1921 a 1930 etc.

Já a Organização Internacional de Padronização (ISO, na sigla em inglês) alega que no mundo ocidental o calendário gregoriano é utilizado e isso significa que um ano, como 2019, está dividido em 12 meses, que por sua vez contêm um total de 365 dias - com exceção dos anos bissextos.

E o fato concreto é que, quando se começa a contar, não existe o ano 0 no calendário gregoriano.

Mas no ISO 8601, a norma internacional para representação de data e hora emitida pela Organização Internacional para Padronização, é utilizado o sistema astronômico de numeração do ano calendário.

Isso quer dizer que o ano 0 corresponde ao 1 (antes de Cristo) do calendário gregoriano, e o ano 1 corresponde a 1 (depois de Cristo).
Então, "segundo a ISO, a década se define como 10 anos a partir de um ano em que o número pode ser completamente divisível por 10", explica Ronald Tse, um dos editores da norma ISO 8601.

"Isso significa que do ano 0 ao ano 9 é uma década, do ano 10 ao 19 é uma década e do ano 2010 ao 2019 é uma década", disse à BBC.
Logo, para a ISO, o ano 2020 é o começo de uma nova década.

Sendo assim, a definição de década depende de qual linha você quer seguir. Ou talvez o importante seja festejar e, se possível, utilizar os dois critérios e celebrar duas vezes. Boas festas e que 2020 te surpreenda, sendo o início ou fim de uma década!

2020 ou 2021: quando começa realmente a nova década?

Por Marcelo Alixandre
O ano mal começou e já entramos em uma polêmica, afinal a nova década terminou com 2019 ou ainda temos mais um ano pela frente? Nas redes sociais, vários usuários estão se despedindo da década, mas há aqueles que ainda acham que têm mais um ano pela frente. Afinal, a coisa não é bem assim.

Essa é uma confusão que inundou as redes sociais no mês de dezembro e envolveu até especialistas matemáticos e físicos para tentar esclarecer a questão. Em dezembro, um usuário do Twitter perguntou à Real Academia Espanhola (RAE), que é a tuteladora oficial da língua castelhana, como a nossa Academia Brasileira de Letras, e ela respondeu que a nova década começa na realidade em 2021, porque "cada década começa em um ano acabado em 1 e termina em um ano acabado em 0".

"Assim, a primeira década do século 21 é a que vai de 2001 a 2010; a segunda, de 2011 a 2020, etc", completou, citando o Dicionário Panhispânico de Dúvidas.

A resposta não agradou a todos os usuários que participaram da encalorada discussão no Twitter. "Vivi uma mentira a vida inteira", escreveu uma usuária. "Então, todo mundo errou ao celebrar o novo milênio em 2000", publicou outro.

Essa confusão também aconteceu na virada do século e do milênio, quando as pessoas estavam em dúvida se aconteceria em 2000 ou 2001.
O esclarecimento da RAE coincide com a explicação matemática.

"A RAE deixa bastante claro e é uma questão matemática. A década não começa com o ano 0. Começa a contar a partir do ano 1", disse Eugenio Manuel Fernández Aguilar, físico espanhol em entrevista à rede BBC.

"Se contarmos para trás, temos o -1, então pulamos o ano 0. Ao pularmos o ano 0, se contarmos 10, vamos de 1 ao 10, não de 1 a 9. Então, uma década termina em 10. E a segunda década é do ano 11 ao 20", afirma.

Cada uma das 10 décadas de cada século começa em um ano acabado em 1 e termina em um ano acabado em 0; assim, a primeira década do século 20 é a que vai de 1901 a 1910; a segunda, de 1911 a 1920; a terceira, de 1921 a 1930 etc.

Já a Organização Internacional de Padronização (ISO, na sigla em inglês) alega que no mundo ocidental o calendário gregoriano é utilizado e isso significa que um ano, como 2019, está dividido em 12 meses, que por sua vez contêm um total de 365 dias - com exceção dos anos bissextos.

E o fato concreto é que, quando se começa a contar, não existe o ano 0 no calendário gregoriano.

Mas no ISO 8601, a norma internacional para representação de data e hora emitida pela Organização Internacional para Padronização, é utilizado o sistema astronômico de numeração do ano calendário.

Isso quer dizer que o ano 0 corresponde ao 1 (antes de Cristo) do calendário gregoriano, e o ano 1 corresponde a 1 (depois de Cristo).
Então, "segundo a ISO, a década se define como 10 anos a partir de um ano em que o número pode ser completamente divisível por 10", explica Ronald Tse, um dos editores da norma ISO 8601.

"Isso significa que do ano 0 ao ano 9 é uma década, do ano 10 ao 19 é uma década e do ano 2010 ao 2019 é uma década", disse à BBC.
Logo, para a ISO, o ano 2020 é o começo de uma nova década.

Sendo assim, a definição de década depende de qual linha você quer seguir. Ou talvez o importante seja festejar e, se possível, utilizar os dois critérios e celebrar duas vezes. Boas festas e que 2020 te surpreenda, sendo o início ou fim de uma década!

INSTAGRAM

Loading interface...
© Rápido no Ar ® - O que acontece você vê!